Notícias sobre a VASP – 38 – Visita oficial do Dr. Alexandre Lazzarini as instalações da VASP após a quebra

Disponibilização:
terça-feira, 23 de setembro de 2008
  Arquivo:
261      Publicação: 42
       
      Varas de Falências
1ª Vara de Falência e Recuperações Judiciais

     

583.00.2005.070715-0/000000-000 – nº ordem 57/2005 – Falência –
VIAÇÃO AÉREA SÃO PAULO SOCIEDADE ANÔNIMA -VASP E OUTROS – TERMO DE VISITA
À VASP (Aeroporto de Congonhas) Ação: Falência Falida : Viação Aérea São
Paulo S.A – VASP Aos 19 de setembro de 2008, às 10 horas, nesta cidade e
Comarca de São Paulo, pelo Juiz de Direito da 1ª Vara de Falências e
Recuperações Judiciais, Dr. Alexandre Alves Lazzarini, comigo Escrevente
abaixo assinado, e acompanhado pelo administrador judicial, Dr. Alexandre
Tajra e seus auxiliares, Dr. Humberto Sales Batista, Procurador Regional
Jurídico da INFRAERO, acompanhado do Superintendente do Aeroporto de
Congonhas, Dr. Willer Furtado, e Dr. Julius Flavius Morais Magliano,
Procurador Jurídico da INFRAERO, bem como de representantes do Comitê de
Credores e Sindicatos, Dr. João Losasso, os advogados, Dr. Hoanes
Koutodjian, Dr. Duque Estrada, Dr. Francisco, e a Sra. Diretora do 1º
Ofício de Falências e Recuperações Judiciais, Dra. Regina Celi Coelho,
esteve nas dependências da Vasp, no aeroporto de Congonhas, onde este
termo é lavrado, visitando prédios, hangares e espaços ocupados pela massa
falida, verificando que nos hangares ocupados pela Vaspex encontrou
mobiliário de escritório empilhado e empoeirado, além de peças de aviões
que, segundo informado, foram anteriormente apreendidas com terceiros;
também no prédio da administração da Vasp, existem andares com mobiliário
empilhado e empoeirado, além de salas de escritório em boas condições de
uso, tendo o Sr. Administrador Judicial providenciado o desligamento de
quase todos os elevadores e de energia elétrica, mantendo somente
energizado o necessário. Viu-se ainda, que os equipamentos de manutenção
(incluídas partes químicas e mecânicas) estão, aparentemente, em boas
condições. A maioria dos manuais técnicos encontra-se em ordem, porém,
foram encontrados no prédio utilizado como refeitório vários manuais
técnicos acondicionados em sacos plásticos azuis, empilhados sem qualquer
ordem. Vários carros de passeio foram encontrados e, embora com aparente
boa lataria, também com aparente falta de condição de uso. Foi visto
também os aviões da Vasp estacionados, todos sem condição de vôo e vários
literalmente depenados. Foram encontrados ainda, produtos radioativos. O
almoxarifado também aparentemente encontrava-se em ordem. Os livros da
empresa (Diários) uma parte ainda encontra-se desorganizada, estando a
parte arrecadada sendo colocada em ordem. Pelo contador, Dr. José
Vanderlei Masson, auxiliar do administrador judicial, foi dito que foram
encontrados livros escriturados somente até dezembro de 2005. Em seguida ,
pelo MM. Juiz, foi determinado que se oficiasse aos órgãos competentes, em
razão dos produtos tóxicos e radioativos existentes, bem como desde logo
foi autorizado ao administrador judicial o descarte e inutilização de
remédios que se encontram espalhados por alguns galpões. Sem prejuízo,
publique-se os termos desta ata no diário oficial, bem como intime-se o
Ministério Público. Nada mais. Publicada em audiência, saem os presentes
intimados. Lido e achado conforme, vai devidamente assinado.
Eu,________,(Daniela Lee), Escrevente Técnico Judiciário, digitei. O MM.
Juiz: Alexandre Alves Lazzarini

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search