Notícia sobre a VASP – 58 – Justiça do trabalho retira fazenda Piratininga do plano de recuperação da Vale do Araguaia

São Paulo, 27 de fevereiro de 2009.

Prezados Amigos e Clientes,

A ação civil pública, a qual tem com fim pagar os ex-empregados da VASP, tendo como autores o Ministério Público do Trabalho de São Paulo, Sindicato dos Aeroviários no Estado de São Paulo e o Sindicato Nacional dos Aeronautas, começou a surtir os efeitos esperados.

Realmente, as medidas adotadas pelo Sindicato dos Aeroviários no Estado de São Paulo, por mim, pelo Dr. Francisco Martins com o apoio do Dr. Douglas, Dr. Marcelo Ferreira Rosa e Dra. Beatriz Macedo, como já informado anteriormente, finalmente começaram a surtir o efeito desejado no sentido de barrar as manobras do Grupo Canhedo.

É que, hoje foi remetido ofício pela mm. Juíza da Vara de Execução do TRT de São Região (vide integra da decisão anexada) para o Juiz de Brasília, que cuida do pedido de recuperação judicial da Vale da Araguaia, informado que a Fazenda Piratininga não pode fazer parte da recuperação judicial da Agropecuária Vale do Araguaia Ltda., pois foi adjudicada para pagar os ex-empregados da VASP.

Veja abaixo a decisão da MM. JUÍZA DO Vara de Execução do TRT de São Região:

Atenciosamente,

Carlos Duque Estrada e Francisco Gonçalves Martins


Recommended Posts

Start typing and press Enter to search