Carta aberta aos ex-empregados da VARIG

Carta aberta aos ex-empregados da Varig: Cobre do seu Sindicato uma urgente posição!!!

Caros ex-empregados da Varig – clientes do nosso escritório ou não – conforme fartamente veiculado na impressa está muito próximo de sair o acordo entre a Varig e a União.

Porém, o que não está claro são os termos do acordo.


Realmente, até agora o que se fala é sobre pagamento aos participantes do Aerus, o que, ao nosso modesto entender, é todo louvável. Todavia, este propalado acordo entre a Varig e a União, mesmo com o pagamento dos participantes do Aerus, será uma verdadeira catástrofe se, igualmente, não for taxativamente garantido o pagamento dos créditos trabalhistas, devidos a milhares de trabalhadores com ações em trâmite da Justiça do Trabalho.


Tenha certeza ex-empregado da Varig: de outro lugar não virá dinheiro, pois não tem! Essa é a única chance! Ou seja, só receberá se estiver garantido no acordo entre a Varig e a União.


Aliás, os Sindicatos – de Aeroviários e Aeronautas – devem, no mínimo, uma sensata e clara explicação aos ex-empregados da Varig. De fato, a título de exemplo, a presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Graziella Baggio, tem dito que “está otimista e acredita que será possível estabelecer as bases para o encontro de contas dentro do novo prazo”.


Portanto, igualmente deve a senhora presidente Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), afora outros sindicatos, esclarecer aos ex-empregados da Varig, em público, qual a posição da entidade que representa em relação à inclusão, no acordo entre Varig e União, sobre pagamento dos créditos trabalhistas.

A bem da verdade, de nada adianta os advogados ganharem as ações na Justiça do Trabalho, se não houver inclusão no acordo entre a Varig e a União de que parte do dinheiro, surgido de tal acordo, será destinado ao pagamento dos créditos trabalhista.


Ao fazerem isto, os Sindicatos – de aeroviários e aeronautas – cumpre o seu inarredável dever de defender os trabalhadores, até porque em suas plataformas eleitorais, assumem o compromisso de bem defender a classe.

Em tempo o Sindicato de Aeroviários no Estado de São Paulo já tomou as providencias em Brasília e no Rio de Janeiro, aguardamos que os demais Sindicatos façam o mesmo.


Atenciosamente,


Carlos Duque Estrada e Francisco Gonçalves Martins

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search