Diretor-executivo da British Airways estaria de olho na LAN e na TAM

Globo 07/09/2010
Diretor-executivo da British Airways estaria de olho na LAN e na TAM
Executivo, que vai liderar empresa após união com Iberia, quer mais fusões

LONDRES e MADRI. O diretorexecutivo da British Airways, Willie Walsh, elaborou uma lista de 12 companhias aéreas que estão entre os alvos de fusão da empresa, assim que for completada a união com a espanhola Iberia, o que deve ocorrer até o fim do ano. Analistas e um site profissional de apostas indicam que LAN e TAM estariam entre as prioridades do executivo, que gerenciará a companhia resultante da fusão angloespanhola, o International Airlines Group (IAG).

A ambição do IAG é “fundir ainda mais o setor”, segundo Walsh. Ele não anunciou os nomes das empresas aéreas que integram a lista, que começou com 40 nomes. Especialistas do setor acreditam que a seleção inclua companhias de baixo custo, assim como algumas das aéreas mais importantes de Brasil, Índia e China.

— Ainda não conversamos com nenhuma companhia aérea.

Não há nada ocorrendo no momento — explicou Walsh, em Bombaim, no domingo, durante o lançamento de um acordo com a Kingfisher, a segunda companhia privada da Índia. — Queremos criar uma plataforma para empresas que pensem da mesma forma, que acreditem que a fusão é parte da resposta para essa indústria.

Analistas não estão surpresos com o anúncio, uma vez que o setor é dominado por alianças.

— A fusão BA-Iberia é começo e não o fim. Há milhares de empresas aéreas e deveria haver não mais do que cem — disse Stephen Furlong, da Davy Stockbrockers.

Ásia também é foco para expansão aérea, diz analista A consultoria portuguesa BPI considera a joint-venture entre American Airlines, BA e Iberia um primeiro estágio de uma potencial fusão e indica a TAM — que recentemente se fundiu com a chilena LAN — como um provável alvo.

“A fusão deve ocorrer o quanto antes, mas algumas questões regulatórias precisam ser resolvidas antes, como a proibição de que companhias domésticas sejam propriedade de estrangeiros”, informou a BPI.

O site de apostas profissionais Paddy Power está recebendo apostas sobre qual será a primeira fusão. A LAN é a favorita, por estar totalmente alinhada à estratégia de Walsh, concentrada em mercados emergentes, de acordo com o site. Na lista estão ainda Cathay Pacific, Japan Airlines, Finnair, American Airlines, Qantas e Mexicana. O potencial da Ásia também é destacado.

— A Ásia é onde o crescimento está e por isso penso que é uma área interessante — disse o analista do Deutsch Bank Geoff Van Klaveren.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search