Notícias Vasp – 188 – Matéria do portal IG de 24.11.2010 – Advogado de Canhedo tenta enganar comprador

Juíza retira advogado de Canhedo de leilão | Leis e Negócios.Desfazer · Página do administrador
A juíza Elisa Maria (ao centro, de preto), não deixou que o advogado de Canhedo falasse com o comprador (Foto: Comunicação Social do TRT-2)

Passada mais de uma hora da venda da fazenda Piratininga, pertencente à empresa Agropecuária Vale do Araguaia, de Wagner Canhedo, a juíza auxiliar de execução do TRT-SP, Elisa Maria Secco, viu que o advogado de Canhedo, Carlos Champanha, tentava impedir que o comprador emitisse os cheques.

Imediatamente ela correu ao encontro do novo comprador da fazenda, Francisco Gerval Garcia Vivoni, que havia sido abordado por Champanha, e mandou o advogado sair do auditório.

“O senhor sabe que pode sair preso daqui? O senhor vai aguardar lá fora e em silêncio”, disse a juíza, visivelmente irritada.

Champanha, que se assustou com a abordagem, saiu sorrindo. Segundo algumas pessoas que estavam no auditório, ele tentava impedir a emissão dos cheques sob a alegação que ainda havia uma liminar impedindo a venda. “Tudo blefe”, afirmou o juiz do TRT-SP, Paulo Kim.

A fazenda foi vendida na tarde desta quarta-feira (24/11) por R$ 430 milhões após leilão no Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, em São Paulo.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search