Notícias Vasp – 203 – Matéria do jornal O Globo de 26.11.2010

TRT-2: cheque sustado invalida venda da fazenda de ex-dono da Vasp

Publicada em 26/11/2010 às 19h57m

RIO – A Fazenda Piratininga, do ex-dono da Vasp Wagner Canhedo, teve sua venda invalidada pela Justiça dois dias após a realização do leilão. Segundo o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, o cheque dado como sinal pela empresa Conagro Participações Ltda foi sustado.

De acordo com despacho do coordenador do Juízo Auxiliar de Execução, Meyrimar Urzêda da Silva, a empresa sabia das regras do edital. A fazenda foi arrematada na última quarta-feira em leilão por R$ 430 milhões, valor mínimo estipulado pela Justiça do Trabalho de São Paulo. O cheque dado pela empresa tinha 15% do valor total. O valor seria destinado ao pagamento das dívidas trabalhistas dos nove mil funcionários da falida companhia aérea.

Segundo a Justiça, ainda em dezembro deverá ser marcada a data para um novo leilão.

Segundo o diretor-presidente da Conagro, Francisco Gerval Garcia Vivoni, a Justiça recusou a tentativa do grupo de adiar o pagamento para 18 de dezembro.

-Nosso pagamento seria à vista porque estamos fazendo uma operação de câmbio e queríamos pagar integralmente -afirmou. Vivoni disse que ainda não sabe se voltará a participar de um novo leilão. -Não sei se vou ser punido. Estamos agindo de boa-fé. Eles já tentaram vender as fazendas várias vezes e não conseguiram – completou.

A fazenda de Canhedo, que estava no nome da empresa Agropecuária Vale do Araguaia, foi avaliada em R$ 615,3 milhões. Canhedo já tinha conseguido na Justiça suspender várias vezes o leilão de sua fazenda. Na terça-feira, ele entrou com novo recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, mas teve seu pedido de liminar negada, e foi mantida a realização do leilão.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search