Notícias Vasp – 220 – Matéria divulgada no site do TRT SP em 9.12.2010

Últimas Notícias – 09/12/2010

Caso Vasp: nenhuma proposta aceita em audiência pública

Audiência foi realizada no auditório da Ematra-2 no Fórum Ruy Barbosa

Nesta quinta-feira (09), às 15h, o Juízo Auxiliar de Conciliação em Execução, órgão do TRT-2, realizou audiência pública com o fim de receber e escolher ofertas de propostas de aquisição da Fazenda Piratininga, imóvel cuja venda proporcionará o pagamento de milhares de ex-trabalhadores da empresa aérea Vasp.

A juíza Elisa Maria Secco Andreoni, que conduziu a audiência, deu início à sessão informando a proposta de acordo por parte da empresa Voe Canhedo S/A, que pretendia realizar os pagamentos de acordo com o crédito de cada trabalhador, com deságio de até 90% (dívidas acima de R$ 300 mil).

Não aceita pelos advogados do Sindicato dos Aeroviários e do Sindicato dos Aeronautas, a juíza deu prosseguimento à audiência e procedeu à abertura e leitura de duas propostas contidas em dois envelopes. Na primeira, a empresa J&F Participações S/A ofereceu o valor de R$ 150 milhões, sendo R$ 50 milhões no ato da imissão de posse e R$ 100 milhões 30 dias após a efetiva imissão de posse.

Na segunda proposta, ofertada por Moisés Carvalho e Antonio Lucena Barros, o valor oferecido foi de R$ 215 milhões, com sinal de R$ 32.250.000,00, e R$ 182 milhões em 12 parcelas anuais.

Diante das ofertas, a juíza perguntou aos representantes dos sindicatos se eles aceitavam a proposta. Os advogados se manifestaram pela não aceitação, alegando que as ofertas não contemplavam o direito dos trabalhadores.

A juíza, então, perguntou aos presentes se haveria alguma outra proposta. Não havendo nenhuma oferta, a magistrada concedeu ainda alguns minutos para novas propostas.

A empresa J&F Participações S/A refez sua proposta: R$ 200 milhões, sendo 15% de entrada, e o restante em seis parcelas anuais, o que também foi recusado. Por fim, Moisés Carvalho e Antonio Lucena Barros fizeram nova oferta: R$ 200 milhões, com entrada de R$ 50 milhões e o restante com parcelamento em quatro anos. O mesmo grupo também chegou a ofertar R$ 230 milhões, mas, houve recusa por parte dos advogados dos trabalhadores.

Questionada sobre o encerramento das ofertas públicas, a juíza Elisa falou que o prazo para novas propostas é até esta sexta-feira (10), às 17h.

As propostas para aquisição da Fazenda Piratininga devem ser enviadas ao Juízo Auxiliar em Execução – Fórum Trabalhista Ruy Barbosa (av. Marquês de S. Vicente, 235, 2º Andar – Bloco B – São Paulo-SP).

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search