Guiado pela voz dos controladores de tráfego, piloto faz pouso "cego" nos EUA

04/2011 – 10h43

Guiado pela voz dos controladores de tráfego, piloto faz pouso “cego” nos EUA

Do UOL Notícias
Em São Paulo

(veja mais fotos aqui: http://noticias.uol.com.br/album/110405aviaoneworleans_album.jhtm?abrefoto=7)

Os pilotos de um Airbus 319 da companhia United Airlines foram obrigados a fazer um pouso de emergência “cego” no aeroporto internacional Louis Armstrong, em Nova Orleans, EUA, ontem (4). A aterrissagem ocorreu apenas 20 minutos depois do avião decolar do mesmo ponto com destino a San Francisco. Cerca de 109 passageiros estavam a bordo.

Após decolar, o avião começou a apresentar problemas no sistema e os pilotos perderam o controle de todos os instrumentos. “United 497, nós estamos alertando uma emergência”, disse o piloto ao perceber os problemas da aeronave.

A partir daí, os pilotos passaram a controlar o avião guiados pela voz dos controladores de tráfego. A conversa foi gravada pelos controladores, e mostra o drama vivido pela tripulação. Um trecho foi revelado pelo jornal britânico “Daily Mail”:

Piloto: “United 497, nos perdemos todos os nossos instrumentos”

Controlador: “United 497, continue a volta para a esquerda, eu vou avisar quando você deve parar”

Piloto: “Nós entramos em contato com a água”

Controlador: “Você vai conseguir, senhor”

Piloto: “Sim”

Como o aeroporto tem uma ampla área e está em obras, havia espaço suficiente para o pouso de emergência. Os passageiros sofreram apenas ferimentos leves, e uma investigação sobre o incidente foi aberta.

Os dois incidentes aconteceram depois de a companhia Southwest Airlines anunciar que pretende cancelar mais de 70 voos, ou 2% da sua frota disponível nas segundas-feiras, enquanto aeronaves mais antigas são inspecionadas.

Na sexta-feira (1º), a companhia cancelou cerca de 600 voos e tirou 79 aeronaves de operação depois que um buraco se abriu na fuselagem superior de um boeing 737-300, que decolou de Phoenix com destino a Sacramento, na Califórnia, forçando os pilotos a fazerem um pouso de emergência em uma base militar no Arizona.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search