GOL: taxa de ocupação doméstica atinge 69,6%

O Estado de S.Paulo

GOL: taxa de ocupação doméstica atinge 69,6%
16 de setembro de 2011 | 19h 57
DIMALICE NUNES – Agencia Estado

SÃO PAULO – A GOL Linhas Aéreas anunciou hoje que registrou taxa de ocupação de 69,1% em agosto, um aumento de 2,2 pontos percentuais na comparação com o mesmo mês do ano passado, mas queda de 6,7 pontos percentuais na comparação com julho. A demanda total, por sua vez, cresceu 10,5% em agosto ante agosto de 2010.

A demanda doméstica pelos voos da companhia cresceu 14,1% no mÊs passado em relação ao mesmo período de 2010. Esse crescimento, segundo a GOL, deve-se à expansão da malha aérea nacional, além do estímulo do tráfego aéreo doméstico durante um mês típico de baixa sazonalidade. Na comparação anual, houve queda entre os períodos de aproximadamente 6,9% no yield. Em relação ao mês de julho, houve queda de 8,8% devido à sazonalidade do mês por conta do período de férias escolares.

A demanda no mercado internacional, no entanto, apresentou queda de 23,2% entre agosto de 2010 e 2011. O desempenho foi impactado pela devolução de três aeronaves do modelo B767, que operavam fretamentos internacionais, e pela descontinuidade da operação para Bogotá, na Colômbia. O efeito foi parcialmente compensado pela expansão do turismo na região do Cone Sul e Caribe, devido à apreciação do Real frente à moeda americana em cerca de 9,2%. Em relação ao mês anterior, sendo agosto um mês típico de baixa sazonalidade, houve queda de 15,8% da demanda.

Oferta

A oferta do sistema total apresentou crescimento de 7% na comparação anual, principalmente, por conta da adição de três novas aeronaves configuradas com o novo padrão de interior Boeing Sky Interior (conforme citado no release do dia 31 de maio); adição do voo Fortaleza/Rio Branco, que contempla integrações entre as cidades do Norte e Nordeste, possibilitando uma rápida conexão com os demais destinos da companhia ao Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país; e lançamento de novo voo entre Porto Alegre e Santiago. Em relação ao mês de julho, houve queda de 0,6%, decorrente da baixa sazonalidade do mês de agosto, parcialmente compensada pela maior frequência ao Chile, Punta Cana e Aruba, e à diferença de uma semana a mais de operação.

Yield

O yield líquido de agosto ficou entre R$ 18,0 e R$ 18,4 centavos, tendo uma queda de aproximadamente 6,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. Este valor de yield, segundo a companhia, deve-se principalmente às compras antecipadas feitas durante o período anterior quando vigoravam tarifas mais baixas (efeito forward booking). Além disso, houve uma redução nas receitas de fretamento nacional e internacional devido à suspensão de operações com aeronaves B767.

O PRASK (passageiro-quilômetro transportado) apresentou queda de cerca de 3,6% por conta do aumento de 2,2 pontos percentuais na taxa de ocupação da Companhia. A GOL tem aumentado suas tarifas de forma gradativa, com mais agilidade na forma de gerenciar seus assentos, considerando as estimativas de reservas futuras (forward booking), e ao mesmo tempo, acompanhando a reação de mercado. Os resultados dessas iniciativas serão observados no último trimestre do ano.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search