Sistemas de alarme no A-320 antes do acidente da TAM

O Globo
17/11/2011A morte no ar
Ancelmo Gois
oglobo.com.br/ancelmo

Documentos obtidos por advogados americanos revelam que a Airbus chegou a deliberar internamente alterações no sistema de manetes e de alarme dos A-320 após acidentes em Moscou (2003) e Taiwan (2004). Se tivesse feito as tais mudanças, dizem os advogados das vítimas, talvez a empresa evitasse o acidente da TAM que matou 199 pessoas em 2007.

Segue…

E-mails e memorandos internos da Airbus foram anexados à ação indenizatória movida pelo escritório Brasil, Pereira Neto, Galdino, Macedo Advogados em nome das vítimas, cujo valor beira a uns R$ 500 milhões.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search