TST-Aeronautas e aeroviários instauram dissídio coletivo no TST

Aeronautas e aeroviários instauram dissídio coletivo no TST

O Sindicato Nacional dos Aeroviários, junto com outros sindicatos regionais da categoria, e o Sindicato Nacional dos Aeronautas instauraram dissídio coletivo no Tribunal Superior do Trabalho contra o Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA). Na próxima segunda-feira (19), às 13h30, empresas e trabalhadores se reúnem no TST em audiência de conciliação e instrução.

Os aeroviários alegam que a intransigência por parte das empresas nas negociações salariais, que oferecem 3% de reajuste para as cláusulas econômicas para a data-base de 1º de dezembro, levou a um impasse. A categoria pede reajuste de 13%, e apresenta estudos que demonstram que, nos últimos cinco anos, o setor aéreo brasileiro mais que dobrou de tamanho, com crescimento médio de 15,37% ao ano, enquanto os trabalhadores obtiveram aumento real de apenas 7,79%, equivalente à média anual de 1,51%. Apontam ainda o resultado operacional positivo das duas maiores empresas (TAM e Gol) em 2011 e o crescimento de 123% das menores apurado pelo Ministério do Turismo no primeiro semestre do ano. Com base também na análise conjuntural do setor, os aeronautas reivindicam o mesmo índice de reajuste, entre outras cláusulas de natureza social.

(Carmem Feijó)

Processos: DC 9097-19.2011.5.00.0000 e DC 9073-88.2011.5.00.0000

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search