Piloto que surtou em voo é acusado em audiência nos EUA

Folha de São Paulo
02/04/2012 – 20h01 

Piloto que surtou em voo é acusado em audiência nos EUA
DE SÃO PAULO
DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O piloto que surtou durante um voo entre Nova York e Las Vegas, nos EUA, na última terça (27) recebeu as acusações de procuradores federais americanos nesta segunda, em uma corte de Amarillo, no Texas, onde o avião fez um pouso de emergência.

O capitão Clayton Osbon, 49, afirmou ante o juiz Clinton Averitte que ele entende as imputações contra ele e seus direitos na acusação por interferência na atividade da tripulação. Caso seja condenado, ele pode pegar até 20 anos de prisão.

O piloto, que está em prisão preventiva, prestará depoimento na próxima quinta (5) à Procuradoria americana, que pediu para prorrogar a detenção.

Obson surtou durante o voo 191 da companhia aérea JetBlue, entre as cidades de Nova York e Las Vegas. A aeronave fez um pouso de emergência em Amarillo após o piloto fazer afirmações incoerentes sobre religião e terroristas correndo pela cabine de passageiros até ser contido por viajantes na cozinha do avião.

Durante toda a audiência desta segunda-feira, Obson permaneceu calado, sorrindo e fazendo sinais para a mulher, Connye, e representantes da JetBlue que assistiam à audiência.

No domingo, Connye Osbon afirmou que a família do piloto está focada em sua recuperação e agradeceu o profissionalismo da tripulação ante o que chamou de “uma situação terrível”.

“Nós acreditamos que enquanto ele estava claramente angustiado, ele não teve a intenção de ser violento com qualquer pessoa”, afirmou a mulher, em comunicado, em que pediu privacidade.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search