Novo corte de pessoal na Gol ameaça 100 comandantes

O Dia Online
11.05.2012 às 19h49

Novo corte de pessoal na Gol ameaça 100 comandantes

Brasília – A Gol prepara para os próximos dez dias a segunda etapa no processo de corte de funcionários, com objetivo de reduzir custos. A expectativa do Sindicato Nacional dos Aeronautas é que, nesta nova etapa, pelo menos 100 comandantes seriam demitidos.

O novo corte contraria a recente declaração do presidente da companhia, Constantino Jr., de que o grosso do ajuste já estava feito.

Na primeira leva de demissões, os comandantes foram preservados, por terem mais tempo de casa. Ainda na previsão do sindicato, a lista de demitidos teria outros 50 copilotos e mais comissários.

Na semana passada, a diretoria da companhia aérea discutiu as demissões com o sindicato. Os funcionários alegaram que a empresa desrespeitou os acordos da convenção coletiva de trabalho na seleção dos profissionais a serem demitidos.

A direção da Gol pediu dez dias para reavaliar a lista. No mês passado, a primeira etapa das demissões atingiu 205 funcionários da companhia aérea, que conta com 18 mil colaboradores.

As informações são do colunista Joge Félix do iG

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search