Dólar complica planos de aéreas em voos internacionais

O Dia Online
18.05.2012 às 11h47
Dólar complica planos de aéreas em voos internacionais

São Paulo – O objetivo das duas principais companhias aéreas brasileiras, a TAM e a Gol, em expandir as frequências de voos internacionaisno neste ano terá um novo desafio. A alta do dólar encarece as viagens para o exterior, o que pode esfriar a demanda por rotas internacionais. A TAM recebeu na quarta-feira a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar 20 novas frequências semanais para o exterior.


Empresas buscavam aumentar número de voos para o exterior esse ano | Foto: Divulgação

De acordo com as portarias da Anac, a TAM poderá operar mais 15 voos semanais para os Estados Unidos, dois para a França e três para a Alemanha. A companhia está reforçando sua frota que faz voos internacionais em 2012, em um movimento contrário ao que vem fazendo no mercado doméstico. A TAM prevê estabilidade ou redução de até 2% na sua oferta de assentos para voos domésticos, mas espera ampliar o número de passagens oferecidas para voos internacionais entre 1% e 3% em 2012.

A companhia Gol também segue a mesma tendência. A empresa anunciou a redução de cerca de 100 voos diários nacionais da sua malha, em março, e se prepara para começar a voar 14 frequências semanais para Miami a partir de julho.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search