Comandante da Azul está entre os mortos de acidente aéreo, diz polícia

O Liberal – PA
18/08/2012 – 23:15 – Brasil

Portal ORM

O comandante da companhia aérea Azul Araken de Oliveira Salamene está entre os mortos do acidente entre dois aviões de pequeno porte em Santa Bárbara D’Oeste (SP) neste sábado (18), de acordo com o delegado responsável pelo caso, Rômulo Gobbi. Segundo a Polícia Civil, ele tinha 52 anos, morava em Campinas (SP) e pilotava o avião particular dele, um Embraer 771, que colidiu no ar com outro monomotor do mesmo modelo. Os dois aviões caíram em uma área de plantação e explodiram. Quatro pessoas morreram no acidente.

De acordo com a polícia, além de Salamene, estão entre as vítimas o piloto Cassiano Ricardo Callegaris, de 41 anos, também de Campinas, e o aeroviário Voninho Souza Aguiar, de 33 anos, morador de São Paulo (SP). O corpo da quarta vítima está no Instituto Médico Legal de Americana (SP) para identificação. De acordo com o delegado de Santa Bárbara D’Oeste, Rômulo Gobbi, a suspeita é que ela seja o sobrinho do comandante da Azul.

As aeronaves partiram às 9h do Aeroporto Campo dos Amarais, em Campinas, e tinham como destino o condomínio aeronáutico Fazenda Bonanza, em Salto de Pirapora, na região de Sorocaba (SP). A informação foi confirmada pelo administrador regional do aeroporto, Tadeu Oliveira. No avião de prefixo PT NKA estavam Araken Salamene e a vítima não identificada, e no de prefixo PT NIR, Cassiano Callegaris e Voninho Aguiar. A Polícia Civil não informou quem pilotava as aeronaves.

Uma equipe de peritos do Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) esteve no local na tarde de sábado, mas não passaram informações sobre o ocorrido. A assessoria de imprensa da instituição informou apenas que não há prazo para a conclusão das investigações sobre o acidente. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso. Os corpos das quatro vítimas estão no IML de Americana aguardando liberação.

A assessoria de imprensa da Azul Linhas Aéreas foi procurada pelo G1 para se manifestar sobre a morte do funcionário, mas até a publicação da reportagem não havia enviado nota oficial sobre o assunto.

‘Só vi dois aviões caindo’ – As vítimas seguiam para a fazenda em Sorocaba para participar de um evento de inauguração de um hangar na propriedade. O ajudante Julio César Prestes, que trabalha próximo ao local, conta que viu uma colisão entre as asas das aeronaves. ‘Tinha dois aviões, lado a lado e bateu asa com asa’, explica. ‘Olhei de repente pro céu e só vi os dois aviões caindo’, relatou.

O empresário Lucas Henrique falou que estava fazendo trilha nos arredores e também ouviu o barulho. ‘Olhamos para trás e vimos uma aeronave ‘parafusando”, disse. Após a colisão, houve uma explosão e cinco viaturas do Corpo de Bombeiros trabalharam para apagar o fogo. O local é de difícil acesso.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search