Aéreas europeias poderão comprar e vender slots

Panrotas
Publicada em 30/10/2012 13:16:00 

As companhias aéreas europeias poderão comprar e vender seus slots – os direitos de horários de pousos e decolagens nos aeroportos –, se o Parlamento Europeu aprovar o acordo político assinado ontem entre os ministros de Transportes da União Europeia. A proposta tem como principal objetivo melhorar a pontualidade das empresas aéreas e a capacidade dos aeroportos do continente e é uma das medidas do que seria o terceiro “pacote aeroportuário” desenvolvido dentro da vice-presidência da Comissão Europeia para a área de Transportes.

Com a medida, as companhias aéreas poderão vender slots não utilizados. Hoje, a normativa em vigor é diferente entre os países europeus. No Reino Unido, por exemplo, isso já é permitido, enquanto na Espanha não, segundo informações do diário de notícias espanhol Hosteltur.

O vice-presidente da Comissão de Transportes, Siim Kallas, alertou que os cinco principais hubs do continente operam no limite de suas capacidades: Dusseldorf e Frankfurt, na Alemanha, Gatwick e Heathrow, em Londres, e Milão Linate, na Itália. “Cerca de 70% dos atrasos nos voos se devem a problemas em terra e não no ar. Cinco aeroportos-chave funcionam em seu limite e a tendência se mantém, com 19 dos principais aeroportos com previsão do mesmo congestionamento em 2030, causando atraso na metade dos voos”, disse Kallas.

Maria Izabel Reigada

 

 

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search