Quatro empresas querem usar o A380 no País, diz Airbus

O Estado de S.Paulo

Guarulhos e Galeão precisarão investir até US$ 6 milhões para receber o maior avião do mundo, afirma empresa
09 de novembro de 2012 | 2h 07
SILVANA MAUTONE – O Estado de S.Paulo

Quatro companhias aéreas internacionais têm interesse em usar no Brasil o Airbus 380, maior avião de passageiros do mundo em operação. As interessadas são Air France, Lufthansa, British Airways e Emirates, informou o vice-presidente executivo da Airbus para a América Latina e Caribe, Rafael Alonso.

O executivo estima que as adaptações necessárias nos aeroportos para receber a aeronave custarão de US$ 2 milhões a US$ 6 milhões. Segundo ele, o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e o Galeão, no Rio de Janeiro, podem receber a aeronave. “São necessários dois fingers para operar o A380 de forma eficiente e algumas adaptações na pista”, disse.

A América Latina é a única região no mundo onde o A380 ainda não é usado. Questionado se é possível que essas empresas passem a usar o A380 nas viagens ao Brasil até a Copa de 2014, Alonso disse que espera que isso ocorra. “Esperamos que sim. Seria ótimo para o Brasil. Acho que essa (a realização da Copa no País) é uma das razões para essas empresas estarem estudando essa possibilidade.”

O A380 pode levar até 853 passageiros, dependendo da configuração interna. A Airbus já recebeu 257 pedidos da aeronave de 20 companhias aéreas. Atualmente, nove empresas já utilizam a aeronave: Air France, China Southern, Emirates, Korean Air, Lufthansa, Malaysia Airlines, Singapore Airlines, Thai Airways e Qantas.

Demanda. O Brasil precisará de cerca de 1.100 novas aeronaves nos próximos 20 anos, segundo estudo da Airbus. A fabricante de aeronaves estima que entre 2012 e 2031 o Brasil terá de comprar 700 aeronaves de corredor único, 310 aeronaves de corredor duplo e 50 ade grande porte. A soma de todas elas representa um investimento de cerca de US$ 160,7 bilhões. No mundo, a previsão é de uma demanda de 28.200 unidades, no valor aproximado de US$ 4 trilhões.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search