Sindicato dos Aeronautas diz que Gol foi "covarde" ao demitir 850

Paraná-online
Atualizado: 24/11/2012 – 09:16


Folhapress

O presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Gelson Fochessato, subiu o tom das críticas à aviação nacional hoje, após saber que a Gol demitiu 850 funcionários da Webjet.
“A empresa foi covarde. Até a quarta-feira essas demissões eram descartadas pela companhia, mas, pelo visto, nunca houve intenção de fusão”, diz Fochessato. “Ontem, na calada da noite, convocaram funcionários em todo o país com a carta de demissão. Muitos nos ligavam desesperados, perguntando se deviam assinar ou não.”
“Quero fazer um alerta à sociedade: o Brasil está perdendo sua aviação comercial. Nada está sendo feito para proteger os empregos no setor”, afirmou Fochessato.
Para o presidente do sindicato, houve descaso do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) em aprovar a fusão. “Está se criando um duopólio entre TAM e Gol no país. O Cade foi o principal responsável por essas demissões.”
Apesar das críticas, o sindicato diz que ainda acredita que as demissões possam ser revertidas. Para isso, espera que o Ministério do Trabalho negocie com a empresa.
Paralisação
As demissões serão um ingrediente a mais nas negociações salariais entre trabalhadores e companhias aéreas. A próxima convenção coletiva está marcada para a próxima quinta-feira.
O sindicato não descarta paralisação dos aeronautas em dezembro, caso não recebam propostas satisfatórias da empresa e nenhuma ação seja tomada contra as demissões da Webjet.
O presidente do sindicato, no entanto, já descarta greves nas semanas do Natal e do Ano Novo.
Ciente da possibilidade de greve, o Senado convocou os trabalhadores para discutir propostas na próxima terça-feira, em Brasília. Houve rumores de que os trabalhadores realizariam uma manifestação contra as demissões da Webjet no aeroporto de Congonhas hoje, mas, até as 18h, nenhuma ação ocorreu no local.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search