“Foi um ano de transformação para a Azul”, diz Caprioli

Mercado&Eventos

05/12 – 16:42
Por: Anderson Masetto
A Azul fechará 2012 com 200 aeronaves e operações para 100 destinos no Brasil. A companhia aguarda a autorização do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para concluir a fusão com a Trip, que foi anunciada em maio. No entanto, as duas empresas já estão operando em code-share e buscando sinergias para continuar crescendo em 2012. Para o presidente da empresa, José Mario Caprioli, este foi um ano de transformações.

“A fusão mudou a dinâmica da companhia e da indústria. Com ela criamos uma força competitiva e ganhamos musculatura para sermos uma das mais fortes”, disse o executivo, durante almoço oferecido a jornalistas nesta quarta-feira (05/12), em São Paulo. “A nossa sinergia era bem maior do que imaginávamos e hoje voamos para mais destinos do que a soma dos nossos concorrentes”, complementou.

Uma das sinergias já concluídas é da área comercial. Além das equipes já estarem atuando de forma conjunta, desde o início desta semana a venda de bilhetes das duas companhias está concentrada no sistema da Azul. No entanto, o site da Trip continua no ar até a conclusão da fusão. “Estamos hoje com os times de vendas integrados e isso é um benefício enorme para a companhia. Os agentes de viagens também ganham, pois operações como reembolsos e cancelamentos ficam mais simples”, contou o diretor comercial, Antônio Américo.

Caprioli ressaltou que 2013 será um ano de muitos desafios para a Azul por conta da conclusão do processo de fusão. Ele acredita que a companhia continuará reforçando o serviço em destinos que já atua e buscando novos voos no Brasil. No entanto, não descarta o início de uma operação internacional. “Nossa prioridade ainda é o Brasil e aumentar a qualidade nos destinos que já servimos. Mas a sequência natural é olhar para a fronteira. Faremos iniciativas importantes no ano que vem visando isso”, revelou.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search