Aeronautas e aeroviários ameaçam greve

Estado de Minas

Fluxo de passageiros nos aeroportos deve ser 10% maior em dezembro e janeiro
Agência Brasil
Publicação: 10/12/2012 13:17

O fluxo de passageiros deverá ter um aumento de 10% nos 63 aeroportos públicos brasileiros neste final de ano e em janeiro de 2013, em relação ao mesmo período de 2011 e 2012. Segundo a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, são esperados 25,7 milhões de passageiros nos 63 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Para atender a esse aumento de demanda, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Infraero ampliarão as equipes de fiscalização e atendimento. A Anac fará, por exemplo, fiscalização especial com 290 servidores em 12 aeroportos do país: Antonio Carlos Jobim/ Jobim/Galeão e Santos Dumont (Rio de Janeiro), Congonhas e Guarulhos (São Paulo), Brasília, Viracopos (Campinas), Confins (Belo Horizonte), Salvador, Fortaleza, Recife, Porto Alegre e Curitiba.

A Infraero aumentará em 55% os funcionários identificados com coletes amarelos, que ajudam passageiros no aeroporto. No ano passado, foram usados 234 funcionários. Neste ano, serão 363. “É uma garantia de que teremos um final de ano com atendimento de qualidade para a população”, disse o ministro da secretaria, Wagner Bittencourt.

No Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim/Galeão, a Polícia Federal e a Receita Federal vão ampliar o efetivo em 63% e 88% em relação ao ano passado, respectivamente.

Em Guarulhos, aeroporto concedido à iniciativa privada, a expectativa é um movimento de 2,8 milhões de passageiros neste mês, ou seja, 10% a mais do que o registrado em novembro. Estão previstos aumentos de 42% no efetivo da Polícia Federal e de 43% no da Receita Federal. A administração também usará 24% mais funcionários para o atendimento dos passageiros.

Segundo Bittencourt, as empresas aéreas também se comprometeram a colocar aeronaves reservas, antecipar manutenções programadas e não vender mais passagens do que a capacidade do avião (prática conhecida como overbooking).


A Tarde – BA
Seg , 10/12/2012 às 23:26 | Atualizado em: 10/12/2012 às 23:26

Aeronautas e aeroviários ameaçam greve
Agência Reuters

Aeroviários e aeronautas ameaçam fazer greve de advertência nesta quinta-feira, 13, informaram ontem representantes das duas categorias. Os aeroviários já decidiram pela paralisação, segundo a diretora do sindicato nacional da categoria, Graziela Baggio. Os aeronautas também devem aderir ao movimento, de acordo com a presidente do Sindicato Nacional, Selma Balbino.

Aeronautas, que trabalham a bordo das aeronaves, e aeroviários, que são os funcionários em solo, querem melhorias salariais e chamar a atenção para as quase quatro mil demissões promovidas este ano, três mil pela Gol e 850 pela extinta Webjet, comprada este ano pela própria Gol.

“A paralisação afunila uma série de coisas que vêm afetando a categoria, como salário, mas também estão em jogo as demissões arbitrárias deste ano e a não solução para ex-funcionários da Varig e do Aeros (fundo de pensão da Varig)”, declarou Graziela.

Os aeronautas reivindicam aumento de 11,4% e, de acordo com o sindicato, a contrapartida das companhias é de no máximo 2%, abaixo da inflação. “É algo indesejável que não repõe nem a inflação. É uma insatisfação latente e o setor está sendo muito maltratado”, afirmou ela.

Já os aeroviários devem ir pelo o mesmo caminho. Uma votação nos sindicatos locais foi realizada e a confirmação deve acontecer hoje com a apuração dos votos. Os aeroviários pedem aumento de 15% para quem ganha piso salarial e 10% para os demais profissionais.

“Estamos fazendo manifestações nos aeroportos e aqui no Rio conversando com o pessoal, a maioria é pela adesão ao movimento de greve”, afirmou Selma. Segundo os dois sindicatos, na véspera da paralisação, haverá uma reunião com os representantes das empresas para um acordo final. “É claro que se houver acordo não haverá paralisação. Como vai ser a greve, caso não haja acordo, o tipo de greve, como vai ser, essas coisas, isso tudo vai ser decidido em assembleia no próprio dia 13 (quinta-feira)”, disse Selma.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search