Webjet faz rescisões apesar de decisão judicial

Jornal do Brasil
Atualizada em 13/12 às 20h02 

Gol diz que demorou a receber intimação
Jornal do Brasil

Mesmo após decisão judicial de quinta-feira(6) determinando a reintegração de todos os 850 demitidos pela WebJet, a companhia aérea Gol, dona da extinta Webjet, continou rescindindo o contrato de seus funcionários. Isto aconteceu porque apesar de decisão da Justiça do Trabalho do Rio ter sido amplamente divulgada pela mídia, a Gol Linhas Aéreas ainda não havia recebido oficialmente a notificação.

A presidente do sindicato dos aeroviários, Selma Balbino, diz que ao longo de toda a última semana recebeu trabalhadores orientados pela empresa aérea, para se desligarem do sindicato.

“Aparentemente não acataram a decisão da justiça. Mandaram trabalhadores ao sindicato para homologar a rescisão, mas nosso sindicato não homologou”, afirma.

A decisão liminar foi concedida na quinta(6) pelo juiz da 23ª Vara do Trabalho, Bruno Paulo Vieira Mazini, no entanto, a companhia aérea só foi oficialmente notificada no fim da tarde de segunda-feira(10). Pela decisão, o juiz declarou a anulação das dispensas sem justa causa e determinou a reintegração dos profissionais. Determinou ainda que em caso de descumprimento, a Webjet deverá pagar multa diária de R$ 20 mil por trabalhador.


Foi marcada audiência para que empresa apresente plano de realocação de funcionários

No dia 18 de dezembro Mazini marcou uma audiência para que a empresa apresente justificativa para a dispensa ou um plano de realocação dos funcionários.

A GOL Linhas Aéreas disse ter recebido a intimação da Justiça no fim da tarde de segunda-feira(10) e informou que examinará os termos e tomará as medidas cabíveis.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search