Gol pode ser multada por corte na Webjet

O Estado de S.Paulo

31 de janeiro de 2013 | 2h 07
O Estado de S.Paulo

O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) entrou com um requerimento na Justiça do Trabalho solicitando que a VRG Linhas Aéreas, controladora da Gol, pague uma multa de R$ 28 milhões pelo não cumprimento da decisão judicial que determinou a reintegração dos 850 funcionários demitidos da Webjet em novembro do ano passado.

O entendimento do MPT-RJ foi de que a Gol deveria ter reintegrado os trabalhadores na VRG, e não na Webjet – empresa que não opera mais -, como fez. O requerimento de execução da multa foi apresentado ao juiz da 23.ª vara trabalhista, calculando os 33 dias de descumprimento da liminar pelo número de trabalhadores não reintegrados à Gol.

A Gol anunciou o fim das operações da Webjet no dia 23 de novembro do ano passado, a demissão de 850 funcionários e a devolução da frota de 20 aeronaves.

O MPT-RJ moveu uma ação civil pública para pedir a reintegração dos trabalhadores e conseguiu uma decisão favorável em primeira instância. A Gol recorreu e o caso ainda não tem decisão final. / GLAUBER GONÇALVES

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search