Justiça dos EUA autoriza contrato de US$ 2 bi da Embraer com Republic Airways

Folha de São Paulo
13/03/2013 – 10h25

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O contrato de US$ 2 bilhões que a fabricante brasileira de aviões Embraer anunciou em janeiro com a empresa americana Republic Airways Holdings foi validado ontem pela Justiça americana.

Embraer reverte prejuízo e lucra R$ 253,7 mi no 4º trimestre
Força Aérea dos EUA defende escolha da Embraer em contrato de aeronaves

A efetivação do contrato com a Embraer dependia de uma aprovação da corte americana tendo em vista que a American Airlines, que vai operar as aeronaves, está em processo de recuperação judicial (Chapter 11).

O acordo com a Republic envolve a venda de 47 jatos E 175. A informação foi confirmada pelo vice-presidente financeiro e de relações com investidores da Embraer, José Antônio Filippo, em teleconferência com a imprensa na manhã desta quarta-feira.

Para este ano está prevista a entrega de 18 aeronaves.

SUPER TUCANO

A Embraer diz estar pronta para iniciar a produção do avião de ataque leve Super Tucano nos Estados Unidos para atender a contrato concedido pela Força Aérea norte-americana, e demonstrou confiança na resolução dos questionamentos sobre a licitação.

“A produção já começa tão logo tenha a confirmação do programa”, afirmou o vice-presidente financeiro da fabricante brasileira de jatos, José Filippo, em teleconferência com jornalistas, nesta quarta-feira.

No fim de fevereiro, a empresa venceu a Beechcraft em uma disputa para fornecer 20 aviões de apoio para a Força Aérea dos EUA que serão utilizados em missões no Afeganistão, mas a empresa norte-americana rival já informou que irá contestar a licitação. Em dezembro de 2011, a Beechcraft também protestou contra a primeira licitação, que acabou sendo suspensa.

O avião Super Tucano, da Embraer, que venceu concorrência da Força Aérea dos EUA Leia mais
“O fato de ter sido refeito todo o processo deu mais robustez a toda a estrutura. A expectativa que a gente tem é que o questionamento é mais difícil. Temos expectativa de que se resolva o quanto antes para iniciar (a produção) o quanto antes”, afirmou Filippo.

Segundo o executivo, a Embraer já realizou investimentos na fábrica da Flórida, onde serão fabricados os Super Tucanos, mas que o valor aplicado na unidade até o momento “não é relevante”.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search