Airbus deve anunciar hoje contrato de US$ 20 bilhões

Folha de São Paulo
17/03/2013 – 21h09

DAS AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

O presidente da França, François Hollande, e o executivo-chefe da fabricante de aviões Airbus, Fabrice Brégier, informaram neste domingo (17) que na manhã desta segunda (18) será anunciado um “grande acordo industrial”.

Segundo a imprensa financeira francesa, o negócio é a venda de 200 aeronaves A320 para a companhia aérea Lion Air, da Indonésia.

De acordo com o jornal “Les Echos”, a Lion Air quer “comprar ou pelo menos comprometer-se a comprar mais de 200 aviões A320, dos quais uma grande parte poderia ser do modelo NEO, a futura versão do aparelho de corredor único equipado com motores mais verdes “.

O valor total do pedido, segundo o jornal, seria de US$ 20 bilhões, a preços de tabela.

Também será a primeira vez que a Lion Air encomenda aviões para a Airbus, que integra o do grupo europeu EADS. A Airbus se recusou a comentar.

De acordo com o “Les Echos”, o presidente da companhia aérea indonésia, Rusdi Kirana, vai estar presente no momento da assinatura, junto com Hollande e Brégier.

Nas últimas semanas, a Airbus anunciou um contrato de US$ 9 bilhões com a alemã Lufthansa e uma ordem de 82 aviões A320 ou A321 dpor US$ 9,3 bilhões para a Turkish Airlines.

IMPORTÂNCIA ASIÁTICA
O negócio seria mais um sinal da importância crescente do mercado asiático para o setor. O sudeste da Ásia emergiu como um dos mercados mais férteis para avioões de média distância construídos pela Airbus e sua rival Boeing, como o aumento da renda e da procura por voos de uma crescente classe média.

A Indonésia, maior arquipélago do mundo, com 17.000 ilhas isoladas da crise financeira da Europa, viraram um polo de atração para os fabricantes de aviões. Seu mercado doméstico de aviação, servindo a quarta maior população do mundo, cresce a 21% por ano.

RIVALIDADE
Se for concretizado, o negócio com a Lion Air coroaria a terceira tentativa da Airbus de conquistar a companhia aérea, vista como mercado cativo da americana Boeing.

Ao lado de uma intensa batalha por participação de mercado entre os maiores fabricantes de avião, ela marca também uma batalha regional pela supremacia na aviação civil, travada entre a Lion Air, da Indonésia, e a AirAsia, companhia aérea de baixo custo fundada pelo empresário malaio Tony Fernandes.

As companhias aéreas estão, respectivamente, entre os maiores compradores de jatos Boeing e Airbus. Companhias aéreas raramente trocam de fornecedor, por causa do custo de treinamento e manutenção, mas a prática de “flipping” cresceu com a disputa mais agressiva dos fabricantes por mercado.

O anúncio deve ser feito na ‘Semana da Indústria’, na França, e deverá representar parte dos esforços para aumentar a produção doméstica. Os jatos Airbus são construídos principalmente na França, na Alemanha, na Espanha e na Grã-Bretanha.

A Boeing superou a Airbus em 2012, pela primeira vez em seis anos, e continua à frente neste ano, de acordo com dados mensais.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search