Prejuízo da Gol dobra em 2012 e chega a R$ 1,5 bi com custo maior de combustível

26/03/2013-09h12

FOLHA DE SÃO PAULO

13030257 A companhia aérea Gol viu o seu prejuízo dobrar no ano passado depois de fechar o quarto trimestre com perdas de R$ 447,1 milhões em meio a alta nos custos de combustível e gastos adicionais com o fim das operações da Webjet.

O resultado do grupo ficou negativo em R$ R$ 1,5 bilhão no ano passado apesar do avanço de 7,5% nas receitas no período, para mais de R$ 8 bilhões. Em 2011, o prejuízo havia sido de R$ 751,5 milhões.

Segundo a companhia, os custos adicionais somaram R$ 197 milhões no quarto trimestre. Nos últimos três meses do ano, houve piora também no resultado financeiro, que ficou negativo em R$ 128 milhões.

Se desconsiderados esses itens, o prejuízo operacional ajustado foi de R$ 160,9 milhões no período. Em 2012 como um todo, a perda operacional ajustada ficou em R$ 708,9 milhões.

De acordo com a companhia, o aumento na despesa com combustível em R$ 680 milhões representou 95% da perda operacional.

“Os resultados financeiros de 2012 refletem o cenário desafiador vivenciado pela indústria aérea nacional nos dois últimos anos com um aumento anual no preço de combustível em 18%, desvalorização do real frente ao dólar em 17% no ano, aumento acima de 30% nas tarifas aeroportuárias e baixo crescimento do PIB brasileiro”, afirmou a Gol no demonstrativo de resultados.

Apu Gomes – 25.jun.12/Folhapress
1308589
Avião da Gol decola em meio a neblina no aeroporto de Congonhas; companhia teve prejuízo de R$ 1,5 bi em 2012

Para o atual trimestre, a companhia afirmou prever resultado operacional positivo, acima do nível visto um ano antes.

A Gol também informou que, com o objetivo de elevar a receita por passageiro (rask) em pelo menos 10% e retomar as margens operacionais, reduzirá a capacidade doméstica em até 10% no primeiro semestre de 2013 e em cerca de 7% no ano fechado, ante os níveis de 2012.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search