Boeing se diz confiante em solução para bateria do 787

O Estado de S.Paulo

28 de março de 2013 | 18h 54
Reuters

28 MAR – A Boeing está confiante na proposta para corrigir as falhas nas baterias de íon-lítio de seu avião de passageiros 787, cujos voos foram cancelados, disse o presidente-executivo da empresa, Jim McNerney, nesta quinta-feira.

O cancelamento dos voos foi uma “experiência frustrante”, disse o executivo em um encontro na Câmera de Comércio dos Estados Unidos.

Reguladores cancelaram os voos do 787 em 16 de janeiro após incidentes separados com a bateria dos aviões em Boston e no Japão. Estima-se que o cancelamento já custou 450 milhões de dólares para a empresa, montante que considera compensações para as empresas aéreas.

A Boeing está agora fazendo voos de testes para melhorar a segurança da nova bateria. McNerney disse que espera que o avião volte ao serviço “mais cedo do que tarde”, embora não tenha sido mais específico.

(Por Alwyn Scott)

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search