Governo diz que ofereceu apoio a Azul para levar TAP

Folha de São Paulo
TERÇA-FEIRA, 11 DE JUNHO DE 2013

Empresa nega interesse em rival portuguesa
BERNARDO MELLO FRANCO
ENVIADO ESPECIAL A LISBOA

O ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, afirmou que o governo ofereceu apoio à Azul para participar do leilão da companhia aérea portuguesa TAP.

Ele disse ter mantido conversas sobre o assunto com o dono da empresa brasileira, David Neeleman.

Segundo Pimentel, o empresário manifestou interesse no negócio e já contratou uma consultoria para examinar o tamanho da dívida da estatal portuguesa.

“Eles têm muito interesse nas rotas para a Europa e para a África”, disse o ministro em Lisboa, referindo-se às operações da TAP.

Anteontem, ele afirmou que o BNDES apoiará os grupos brasileiros “em todos os setores” do pacote de privatizações portuguesas.

Por meio de sua assessoria, a Azul nega veementemente a negociação com a TAP. Nos bastidores, executivos da empresa também negam.

A empresa está às vésperas de abrir o capital na Bolsa (a oferta está prevista para julho) e a compra da TAP pode ter resultados negativos para essa captação de recursos no mercado.

A TAP tem dívidas estimadas em US$ 1,5 bilhões e está sendo vendida por € 1.

Como revelou o “Painel” da Folha, na semana passada, o governo gostaria que a TAP ficasse com a Azul e já liberou uma linha de crédito especial para a companhia. O crédito, porém, não cobre totalmente a dívida.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search