SkyWest faz pedido de 100 E-Jets E2 da Embraer

O Estado de S.Paulo
17 de junho de 2013 | 11h 40

AE – Agencia Estado

SÃO PAULO – A Embraer e SkyWest Inc.assinaram um pedido firme para 100 jatos E175-E2, com outros 100 direitos de compra, o que faz com o que total potencial do pedido possa alcançar até 200 aviões. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 17, em uma coletiva de imprensa no 50º Paris Air Show, em Le Bourget. Se todos os pedidos forem confirmados, o contrato tem um valor estimado, a preço de lista de US$ 9,36 bilhões.

Este novo contrato é adicional ao feito anteriormente pela SkyWest, em maio de 2013, para até 200 jatos E175 da geração atual, o que significa que o pedido da empresa para os E-Jets pode alcançar 400 aviões.

“Após concluir, no mês passado, o acordo com a SkyWest para até 200 aviões da atual geração de E-Jets, estou extremamente satisfeito que a companhia aérea tenha decidido ser o cliente-lançador do E175-E2”, disse em comunicado Paulo Cesar Silva, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial.

Como primeiro operador a encomendar o E175-E2, a SkyWest se torna o cliente-lançador desta aeronave, um dos três modelos do E-Jets E2. A SkyWest, com sede em Utah, nos Estados Unidos, é o maior grupo aéreo regional do mundo e controladora da SkyWest Airlines e da ExpressJet Airlines, informa a Embraer. Ambas companhias aéreas têm uma longa história operando aviões da empresa brasileira. Mais de 40 aviões EMB 120 Brasilia continuam voando nas rotas da SkyWest Airlines, principalmente no oeste dos Estados Unidos. A ExpressJet Airlines opera 249 aeronaves da família ERJ 145 e é a maior operadora do modelo no mundo.

“A seleção do atual jato E175 e do novo E175-E2 é uma outra etapa da estratégia de renovação da nossa frota, o que permitirá à SkyWest oferecer os melhores custos operacionais para seus parceiros comerciais e a experiência mais confortável para seus passageiros”, disse Jerry Atkin, Presidente e CEO da SkyWest.

Os E-Jets E2 representam o compromisso da Embraer em investir continuamente nesta linha de jatos comerciais da Empresa e manter a liderança no mercado de 70 a 130 assentos, afirma a empresa. Os três novos aviões (E175-E2, E190-E2, E195-E2) possuem a designação “E2”, que significa uma mudança geracional em tecnologia que foi incorporada ao projeto.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search