Dólar forte impõe mais ajustes a Gol e TAM

Valor Econômico
21/06/2013

Por João José Oliveira | De São Paulo

Air Travel At Congonhas, Brazil's Busiest AirportEmpresas aéreas são atingidas por volatilidade cambial no
momento em que buscam reequilibrar oferta e demanda

O ciclone cambial que levou o dólar para a maior cotação em quatro anos impõe às companhias aéreas a necessidade de aprofundar os cortes de custos implementados desde o ano passado, incluindo redução mais agressiva na oferta de assentos, apontam analistas de mercado.

O vice-presidente de finanças e controladoria da TAM, Daniel Levy, afirmou ontem ao Valor que os resultados da companhia – que se uniu com a chilena LAN na holding Latam – serão afetados pelo novo cenário do câmbio. “A depreciação do real frente ao dólar nos traz uma perspectiva de forte impacto nos resultados, pois cerca de 60% de nossos custos, atualmente, estão denominados em dólar”, afirmou, em resposta por escrito. E observou que, apesar do monitoramento constante das oscilações cambiais, “não estavam nas nossas expectativas iniciais as flutuações observadas nos últimos dias.”

O analista do BTG Pactual Renato Mimica calcula que, na média, 55% dos custos do setor são ou indexados ou denominados em dólar por causa dos contratos de leasing e de manutenção das aeronaves, fechados em moeda estrangeira. Além disso, a divisa americana pesa no cálculo do combustível. Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), a despesa com querosene de aviação representa em média 43% dos custos operacionais de uma aérea.

O BTG Pactual aponta que, por conta dessa relação, a cada 5 centavos de valorização, o dólar tira 1 ponto percentual da margem Ebit (margem de lucro operacional) da Gol, por exemplo. Por isso, a moeda americana a R$ 2,15 levou o banco a sugerir um preço-alvo para a empresa de R$ 11,00 nos próximos 12 meses. No patamar de câmbio a R$ 2,30 essa estimativa pode ser revisada, recuando para R$ 6,00.

A analista do Itaú BBA Renata Fáber lembra que a Gol tem 54% das despesas operacionais e 70% de sua dívida atreladas ao dólar, enquanto apenas 5% das receitas são geradas nessa moeda. Já a TAM, com maior fatia gerada em dólares e, operações da Latam no exterior, tende a ser menos afetada.

O Itau BBA projeta um cenário para 2013 em que a Gol consiga elevar a 11% do faturamento total as receitas em moeda estrangeira, em uma estratégia alinhada com a redução da oferta. Mesmo assim, a analista duvida que a companhia feche o ano com uma margem superior a 1%. “O foco da TAM baseado em baixos yields [margens por bilhete vendido] torna a vida da Gol mais dura”, afirma Renata.

Ela avalia que enquanto a Gol busca recuperar margens mesmo perdendo mercado, a TAM quer elevar as taxas de ocupação como um dos instrumentos para ampliar sua liderança. “O tempo vai dizer qual estratégia terá sucesso”.

O consultor da Bain & Company, André Castellini, diz que o câmbio aumentou o grau de imprevisibilidade no setor. “O cenário atual pede uma postura muito mais prudente que agressiva”.

Segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), os preços das passagens aéreas caíram 30,6% entre janeiro e maio deste ano, na comparação anual – ante uma redução de 7% nos quatro primeiros meses de 2012. Por mais que companhias menores estejam cortando preços, esse ajuste só é possível se for validado por uma das grandes do setor, afirmam consultores.

arte21emp-102-aviao-b5

“Gol e TAM tinham estratégias baseadas em perspectivas de PIB que não se confirmaram e vêm sendo constantemente revisadas para baixo”, diz Castellini, da Bain & Company, lembrando outra variável que torna o cenário mais desafiador. “Por isso o ambiente de tarifas em queda se tornou insustentável. Com o dólar no patamar de R$ 2,20, há mais pressão”.

Fato é que a TAM conseguiu, até maio, quando a alta do dólar ainda não tinha se tornado tão aguda, elevar a taxa de ocupação este ano a um patamar recorde no Brasil, perto de 80%, enquanto a Gol estacionou nos 67%.

Também é fato que ambas empresas seguem cortando oferta de assentos. Mas, segundo apurou o Valor, a Gol não só está sendo mais agressiva nesse movimento, como está pronta para aprofundar a redução da oferta.

Seria um meio de enviar aos investidores e agentes de mercado a mensagem de que segue firme no propósito de recuperar os ganhos operacionais e fechar o ano com margens líquidas entre 1% e 2%, após registrar margem Ebit negativa de 11,2% em 2012.

Em comunicação ao mercado durante a divulgação do balanço do primeiro trimestre, a Gol prometeu reduzir em 7% a oferta de assentos este ano, sendo a maior parte desse ajuste neste primeiro semestre, com cortes de 8% a 10%.

“O foco da TAM segue em ganhos de ‘market share'”, diz a analista do Bank of America Merrill Lynch Sara Delfim. “A TAM continua focando na segmentação das tarifas no Brasil, com o ‘yield médio’ caindo para um dígito”.

Procurada para comentar sua estratégia comercial, a TAM preferiu não se manifestar. Questionado sobre os próximos passos diante do novo cenário cambial, o vice-presidente de finanças da TAM, Daniel Levy, afirmou que os efeitos dessa variação ainda estão sendo avaliados. “Como a nossa demanda é elástica, a questão que se impõe é o aumento da receita por meio da elevação dos níveis de eficiência operacional e de maiores fatores de ocupação dos voos.”

O analista do Credit Suisse Bruno Savaris apontou em relatório que a Gol tem uma estratégia saudável ao diminuir a capacidade em busca de margens. “Mas o impacto exógeno da flutuação cambial e da volatilidade do preço do petróleo levará a resultados operacionais também bastante voláteis.”

Ontem, as ações da Gol registraram queda de 5% na BM&FBovespa, fechando a R$ 7,36. Já os papéis da Latam encerraram o pregão na bolsa de Santiago, no Chile, em baixa de 3,26%.

“Vivemos um momento de ajuste de oferta por conta dos custos que subiram. E quando achamos que estamos chegando perto de um ponto de equilíbrio, vem a subida do câmbio que é explosiva para nossa atividade”, afirmou o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, que representa TAM, Gol, Azul e Avianca.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search