Baterias de íons de lítio não causaram incêndio em 787

Folha de São Paulo
Domingo, 14 de julho de 2013

DE SÃO PAULO – Investigadores britânicos disseram ontem que não há evidências que as baterias de íons de lítio tenham causado o incêndio em um 787 Dreamliner desocupado da Ethiopian Airlines na sexta-feira, no aeroporto de Heathrow, em Londres.As autoridades não informaram o que pode ter causado as chamas. As investigações, ainda em estágio inicial, podem apontar para falhas em alguma parte do avião.

As baterias de íons de lítio do 787 da Boeing apresentaram problemas de superaquecimento no início do ano. Os problemas levaram as autoridades de segurança aérea a suspender todos os voos com o modelo até que as peças fossem substituídas

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search