Infraero promete equipamento antineblina para este ano – Zero Hora

ZERO HORA
16/07/2013 | 05h26

Até o final de 2013, o ILS 2 poderá estar homologado e em operação

13_07_16zh001
Cerca de 200 pessoas trabalham na pista do Salgado Filho
Foto: Dani Barcellos / Especial

Uma das principais melhorias previstas para o aeroporto Salgado Filho, o Sistema de Pouso por Instrumentos (ILS 2, na sigla em inglês), que permite pousos e decolagens em circunstâncias de baixa visibilidade, deve entrar em operação ainda neste ano. Conforme Carlos Alberto da Silva Souza, superintendente Regional da Infraero, as obras de adaptação do aeroporto para o novo sistema estão avançadas, e até setembro será enviado o pedido de homologação para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

— Até o final deste ano, o ILS 2 deve estar homologado e poderá começar a operar — afirma Carlos Alberto.

O prazo encurta em pelo menos um mês o tempo que era vinha sendo estimado pela Infraero desde abril. Conforme Jefferson Luís Ferreira Martins, gerente de navegação aérea da Superintendência da Infraero no Sul, o ILS 2 possibilitará que o aeroporto se mantenha aberto por mais tempo em dias de nevoeiro. De 2005 a 2012, o Salgado Filho, que hoje opera com o ILS 1, esteve fechado durante 755 horas. Caso tivesse o ILS 2, o Salgado Filho teria fechado em apenas 237 horas nesse período, explica.

— Mas a chegada e partida de aeronaves também depende de os aviões estarem homologadas para operar no ILS 2, e não são todos que estão nesta condição — observa Martins.

Na madrugada desta terça-feira, um grupo de jornalistas conheceu as obras de adequação na pista do Salgado Filho. No total, a instalação de luzes de aproximação, iluminação no centro da pista e alargamento na pista custarão R$ 40 milhões. Cerca de 200 pessoas trabalham no local, das 1h às 6h, horário em que não há voos no Salgado Filho.

ZERO HORA

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search