Transporte aéreo de passageiros cresce 6% no mundo em junho

G1
31/07/2013 12h33

No primeiro semestre, alta na demanda foi de 4,8%, apontou a Iata.
Mercados do Oriente Médio e da África foram destaque de crescimento.

Do G1, com informações do Valor Online

O transporte aéreo de passageiros no mundo avançou 6% em junho na comparação com o mesmo mês de 2012, enquanto a oferta cresceu 5,6%, informou nesta quarta-feira (31) a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata).

Com o desempenho apurado em junho, o segmento aéreo de transporte de passageiros acumulou no primeiro semestre crescimento da demanda, medida pelo transporte de passageiros por quilômetro voado (RPK, na sigla em inglês), de 4,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior – alta de 4,8% nas viagens internacionais e de 4,6% nas rotas domésticas.

Em termos da oferta, medida por assentos disponíveis por quilômetro voado (ASK, na sigla em inglês), a variação positiva foi de 3,9% – sendo 3,7% no segmento doméstico e 4% no internacional.

O crescimento da demanda a taxas superiores ao ritmo registrado pela oferta determinou aumento da taxa de ocupação. No segmento doméstico, o patamar subiu a 82%, ante 81,4% no mesmo mês do ano passado, enquanto no segmento internacional o indicador avançou a 81,4%, de 81,3%.

Os mercados que se destacaram no transporte internacional de passageiros foram os do Oriente Médio, com avanço de 12,1%, e África, com 11,2%.

Entre os mercados domésticos, o destaque foi a China, que cresceu a demanda em 14,6% em junho. O Brasil teve expansão de 3,2% em junho, menos que Rússia (ganho de 9,8%) e Índia (mais 7,7%).

“O primeiro semestre mostra um cenário positivo”, afirma o diretor geral e presidente da Iata, Tony Tyler, que admite entretanto haver vários motivos que justificam ainda um tom de cautela. “As aéreas estão projetando a continuidade do crescimento da demanda, mas a expectativa de melhora das margens é pequena. No curto prazo, o controle de custos permanece no topo da agenda de todo o setor. E, no longo prazo, o desafio é gerar níveis de rentabilidade”.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search