Aeroportuários e Infraero têm audiência de conciliação

O Estado de S.Paulo
15 de agosto de 2013 | 20h 52

AYR ALISKI – Agencia Estado

BRASÍLIA – Uma nova rodada de conciliação entre trabalhadores aeroportuários e a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) está marcada para a tarde desta sexta-feira, 16, no Tribunal Superior do Trabalho (TST). A categoria está em greve desde 31 de julho. O movimento de paralisação foi convocado pelo Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina).

A greve atinge mais de 60 aeroportos administrados pela Infraero em todo o País. Estão de fora os terminais que recentemente foram concedidos à iniciativa privada: Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, e Brasília.

Se não houver entendimento na reunião de sexta-feira, o vice-presidente do TST, ministro Antônio José de Barros Levenhagen, deverá sortear um ministro para ser o relator do dissídio coletivo ajuizado pela empresa. Dessa forma, a decisão final será tomada pela Seção de Dissídios Coletivos do tribunal.

Na última reunião entre as partes no TST, realizada na quinta-feira da semana passada, dia 08, a Infraero propôs um reajuste real de salários de 1% a partir de setembro deste ano, além da correção salarial pelo IPCA até maio (data-base da categoria). Outro reajuste real de salários, de 1,5% seria concedido em setembro de 2014. A empresa se comprometeu a revisar os pisos salariais de três funções: analista de sistemas, médico do trabalho e pessoal de engenharia e manutenção.

Na segunda-feira, 12, a contraproposta da Infraero foi discutida em assembleias realizadas em todo o País, mas a ideia foi rejeitada pelos trabalhadores e houve também decisão pela continuidade da greve.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search