Aeroviários da Gol protestam por reajuste salarial em Confins

Estado de Minas
27/11/2013 10:10

Funcionários trabalham no setor de manutenção da companhia aérea
Fernanda Borges
Maíra Cabral

20131127102157820003u
Protesto reúne cerca de 200 trabalhadores da Gol Linhas Aéreas

Cerca de 200 aeroviários (trabalhadores que atuam no solo) da Gol cruzaram os braços na manhã desta quarta-feira, e realizam manifestação reivindicando aumento salarial, vale refeição e melhores condições de trabalho no aeroporto de Confins, na Grande BH. A maioria dos funcionários trabalha no setor de manutenção da companhia aérea.

O diretor do Sindicato dos Aeronautas de Minas Gerais, Valter Aguiar, informou que a intenção do protesto de hoje não é causar atrasos nos voos. “É somente um aviso para frisar a nossa campanha salarial. Pedimos a volta das negociações, caso contrário, o setor pode parar em outras ocasiões”, disse. Segundo ele, o encontro com o sindicato patronal que seria realizado hoje foi cancelado e uma nova assembleia foi marcada para as 11h desta quarta-feira.

O protesto ainda não causa reflexos nas decolagens do terminal. De acordo com balanço divulgado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) às 11h, dos 50 voos previstos até o horário, apenas dois haviam sido cancelados.

Procurada pelo em.com.br, a Gol ainda não se manifestou sobre o protesto e as reivindicações dos trabalhadores.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search