Privatização deve aumentar concorrência

O Globo
Segunda-feira 2.12.2013
Contexto

Concessão do Galeão pode atrair mais empresas aéreas para o Rio

O estímulo do governo às rotas regionais ocorre em um momento em que especialistas e empresários esperam maior competição entre os aeroportos do país. Preocupado com os gargalos do setor e de olho na qualidade dos serviços durante a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, o governo iniciou as privatizações, embora com atraso. Após passar à iniciativa privada, em 2012, a gestão de Guarulhos, em São Paulo, Viracopos, em Campinas, e Juscelino Kubitschek, em Brasília, há duas semanas foi a vez de Galeão, no Rio, e Confins, em Minas Gerais.

E o resultado vem sendo comemorado pelo setor e pela União. Só o Galeão foi arrematado por R$ 19 bilhões, com ágio de 294%, por Odebrecht e Changi, que administra o aeroporto de Cingapura, considerado o melhor do mundo. A meta é investir R$ 5,7 bilhões em melhorias em 25 anos. Assim, para especialistas, a tendência é que Galeão e Guarulhos disputem rotas internacionais, atraindo companhias aéreas para o Rio. (Bruno Rosa)

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search