Emirates transportou 43 milhões no ano passado

Panrotas

7/1/2014 21:03:00

g54unnamed

A Emirates, companhia aérea baseada em Dubai, nos Emirados Árabes, divulgou seu balanço de 2013, quando transportou 43 milhões de passageiros. Segundo os números, as aeronaves da Emirates voaram 18 mil vezes ao redor do planeta em 2013: foram 751 milhões de quilômetros voados, ou 18.753 voltas ao mundo, com um total de 164.635 voos.

A Emirates Flight Catering, responsável pela produção e carregamento das comidas servidas a bordo, embarcou quase 46 milhões de refeições nas aeronaves partindo de Dubai. Somente no dia 20 de dezembro, a empresa produziu 157.308 pratos, quebrando o recorde anterior de 147.722, de 1º de março.

“2013 foi outro ano impressionante para a Emirates. Continuamos a elevar os padrões da indústria com investimento, inovação e expansão global dos nossos serviços, trazendo valor inestimável para o dinheiro de milhões de passageiros que viajaram conosco”, disse Tim Clark, presidente da Emirates Airline.

Durante o ano, a companhia recebeu 24 novas aeronaves entre Airbus A380, Boeing 777 e 777 cargueiros. Foram inauguradas nove rotas: Varsóvia; Alger; Tóquio (aeroporto de Haneda); Estocolmo; Clark (Filipinas); Milão – Nova York; Conacri; Sialkot e Cabul. Outros quatro destinos iniciaram operação com serviço exclusivo de carga: Hanói; Chicago; Kano (Nigéria) e Quito.

O primeiro marco de 2013, na retrospectiva da empresa, foi a inauguração do Concourse A do Aeroporto Internacional de Dubai, o primeiro terminal construído para atender exclusivamente às aeronaves A380. O prédio com 20 portões de embarque tem 800 metros de comprimento e o maior lounge aeroportuário do mundo.

Em fevereiro, a Emirates passou a ser patrocinadora oficial da Formula 1 com contrato para cinco temporadas incluindo a de 2013. Em abril, o contrato comercial de cooperação com a australiana Qantas entrou em vigor. Com a parceria, a Emirates passou a oferecer 98 frequências semanais entre Dubai e cidades australianas.

Em maio, o Grupo Emirates, que inclui a dnata, anunciou seu 25º ano consecutivo de lucros, apesar do cenário internacional desfavorável. Para o ano fiscal 2012/13, a companhia anunciou lucros de 3,1 bilhões de dirhams (US$ 845 milhões), um aumento de 34% em relação ao período anterior.

Em agosto, a Emirates comemorou o quinto ano de operação do A380 com 18 milhões de passageiros transportados em 45 mil voos. No mesmo mês, a companhia iniciou voo de Dubai para Los Angeles com o A380, criando a rota mais longa em operação pelo superjumbo, com 16 horas e 20 minutos.

“Foi uma aposta ousada efetuar tantos pedidos do A380, mas os números mostram que valeu a pena. Nossos clientes amam a aeronave e ela se mostrou uma das mais eficientes em termos de combustível gasto por passageiro transportado”, afirmou Tim Clark. A empresa prevê que transportará 70 milhões de passageiros em 2020, ano em que Dubai receberá o evento mundial Expo 2020.

E durante o Dubai Airshow, realizado em novembro, pela primeira vez, no Dubai World Central, a Emirates firmou pedido de 200 aeronaves – 150 Boeing 777X e 50 A380s O negócio de US$ 99 bilhões é a maior compra da história da aviação civil.

Artur Luiz Andrade

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search