Aeroportos de 7 sedes da Copa estão com capacidade acima de 85%

G1
04/02/2014 10h12

Dos 16 aeroportos, 3 ultrapassaram a capacidade máxima em 2013.
Maioria dos aeroportos está passando por obras de ampliação, diz Infraero.

Clara Velasco
Do G1, em São Paulo

 

Obras de reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Rondon, na região metropolitana de Cuiabá. (Foto: Edson Rodrigues/Secopa)

Obras de reforma e ampliação do Aeroporto
Marechal Rondon, na região metropolitana de
Cuiabá. (Foto: Edson Rodrigues/Secopa)

Entre as 12 cidades-sede da Copa do Mundo, sete estão com aeroportos com mais de 85% da capacidade, segundo levantamento feito pelo G1. Entre os 16 aeroportos, três deles – o de Guarulhos, o de Cuiabá e o de Brasília – ultrapassaram a capacidade máxima de passageiros em 2013.

O levantamento foi feito com dados da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) e das concessionárias responsáveis por Cumbica, Viracopos e Brasília, que são controlados pela iniciativa privada. Campinas não recebe jogos, mas o aeroporto foi considerado no levantamento, pois irá atender a demanda de turistas durante o torneio.

Os aeroportos com mais de 85% da capacidade são Cumbica, Congonhas, Viracopos, Cuiabá, Brasília, Galeão, Santos Dumont, Confins, Fortaleza e Curitiba. O mais lotado é o de Guarulhos, cuja capacidade é de 25 milhões de passageiros por ano, mas transportou 36 milhões em 2013 – 44,2% acima do volume máximo.

O de Cuiabá aparece em 2º lugar, extrapolando 19,8% da sua capacidade. Cerca de 2,9 milhões de pessoas viajaram em 2013, sendo que o aeroporto pode transportar até 2,5 milhões. Em seguida, está o de Brasília, com 3,1% a mais – 16,5 milhões de passageiros para uma amplitude de 16 milhões.

Os outros aeroportos não extrapolaram suas capacidades, mas apresentaram altas taxas de movimento. Congonhas transportou 17 milhões no ano passado, para um volume máximo de 17,1 milhões. Ele é seguido pelo Galeão (98,3%), Confins (98,1%), Viracopos (97,9%), Fortaleza (96%), Santos Dumont (91,9%) e Curitiba (85,3%).

2unnamed

Em Belo Horizonte, o aeroporto da Pampulha apresentou um aproveitamento de 45% em 2013 – transportou 989,3 mil pessoas com uma amplitude de 2,2 milhões.

Os aeroportos das demais cidades-sede – Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Manaus (AM), Recife (PE) e Natal (RN) – também apresentaram aproveitamento menor do que 85%. O menor índice foi o do Aeroporto Internacional de Natal, com 41%. Até a Copa, a cidade também deverá contar com o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, controlado pela iniciativa privada. No início de janeiro, 78% dos trabalhos estavam concluídos, mas as obras para a construção dos acessos do aeroporto estavam atrasadas.

Obras
3unnamedDos 16 aeroportos que devem suprir as demandas das cidades-sede, 11 estão passando por reformas ou obras de ampliação. No início desse mês, diante dos atrasos, o governo federal elaborou um “plano B” para suprir a demanda da Copa, sendo que uma das medidas era a organização de terminais temporários, cobertos de lona. No final deste mês, porém, a Infraero afirmou que, até o momento, foi decidido que apenas um terminal temporário será feito.

O espaço será no Aeroporto Internacional de Fortaleza e terá 1.200 m², com capacidade para 400 mil passageiros. Sua duração será de 90 dias, entre maio e julho. Além disso, segundo a Infraero, até março, o aeroporto deve terminar a ampliação do terminal de passageiros, o que aumentará seu volume de 6,2 milhões para 8,6 milhões de passageiros por ano. Até dezembro de 2013, porém, apenas 25,95% das obras haviam sido executadas.

Veja abaixo a situação das obras de cada aeroporto.

Aeroporto Internacional de São Paulo (SP)
Cumbica deve ganhar, até a Copa do Mundo, um novo terminal de uso exclusivo para voos internacionais e com capacidade inicial de 12 milhões de passageiros. Além disso, o pátio de aeronaves será ampliado. O início das operações do Terminal 3 está previsto para 11 de maio.

Aeroporto Internacional Marechal Rondon(MT)
Cuiabá está ampliando seu terminal de passageiros, cujas obras estão previstas para acabar em abril. A capacidade deve passar para 5,7 milhões de passageiros por ano em 2014. Até o final do ano passado, 44,5% das obras haviam sido executadas.

Aeroporto Internacional de Brasília
O local vai ganhar um novo terminal. Obras de duplicação da via de embarque, ampliação do pátio de aeronaves, entre outras melhorias, também devem ser entregues em maio deste ano. Em janeiro, 70% das obras estavam concluídas. Ao final das reformas, poderá receber 21 milhões de pessoas.

Aeroporto de Congonhas (SP) e Aeroporto Santos Dumont (RJ)
Congonhas e Santos Dumont não passam por obras. De acordo com a Infraero, em períodos de grande movimentação, a empresa aumenta o número de empregados através do remanejamento da escala de trabalho, das equipes operacionais, de segurança e de manutenção. O planejamento foi testado durante a Copa das Confederações.

Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão(RJ)
Galeão está reformando os dois terminais de passageiros. Com a conclusão dos trabalhos no terminal 2 – previstos para abril-, ele poderá receber 30,4 milhões de passageiros ao ano, e com a reforma do setor A do terminal 1, a capacidade aumentará em 400 mil pessoas. Até dezembro de 2013, 65,8% das obras do terminal 2 haviam sido executadas, e 45% das do terminal 1.

Aeroporto Internacional de Confins(MG)
Até abril, está prevista a conclusão da reforma do terraço, do saguão de embarque e desembarque, do check-in, da praça de alimentação e da administração de Confins. Além disso, com a conclusão da construção do terminal 3, prevista para março, o volume máximo de pessoas transportadas aumentará 5,3 milhões. Em dezembro, 32,7% das obras do terminal estavam prontas.

Aeroporto Internacional de Viracopos(SP)
Segundo a assessoria de imprensa, Viracopos vai ganhar um novo terminal em maio de 2014. A capacidade do aeroporto deverá chegar a 22 milhões de passageiros por ano.

Aeroporto Internacional de Curitiba (PR)
O aeroporto passa por obras de modernização do seu terminal, cuja previsão de entrega é para maio. Com isso, poderá transportar 8,5 milhões de pessoas. Em dezembro, 13,4% das obras estavam prontas.

Aeroporto Internacional Salgado Filho (RS)
Com a conclusão da ampliação e da reforma do piso térreo de desembarque de Porto Alegre, prevista para maio, a capacidade aumentará de 13,1 milhões para 16,3 milhões. Em dezembro, porém, apenas 1,8% das obras estavam prontas. O aeroporto também está ampliando o pátio das aeronaves e as pistas de táxi – 10,5% das obras foram concluídas até dezembro.

Aeroporto Internacional de Salvador(BA)
O Aeroporto de Salvador passa por obras com o objetivo de recompor o nível de conforto do local. Até abril de 2014, devem ser concluídas as reformas do desembarque doméstico e internacional, dos sanitários, das lojas comerciais, entre outras melhorias.

Aeroporto Internacional de Manaus(AM)
O aeroporto passa por reforma, modernização e ampliação do terminal de passageiros. A previsão de término das obras é para abril, e 83,7% dos trabalhos foram executados até dezembro. Em 2014, a capacidade passará para 13,5 milhões.

Aeroporto de Belo Horizonte/Pampulha (MG), Aeroporto Internacional de Recife (PE) e Aeroporto Internacional de Natal(RN)
Os aeroportos não passam por obras.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search