Leitor do DF acha bilhete aéreo para PE 27% mais caro do que para Miami

G1
05/02/2014 07h00

Internauta queria ir para Petrolina; valor para três lugares foi de R$ 13 mil.
Azul Linhas Aéreas diz que valor varia de acordo com diversos fatores.

Edosn Gonçalves Duarte
Internauta, Jardim Botanico, DF

Reprodução de site com valores de voo de Brasília para Petrolina (Foto: Edson Gonçalves Duarte/VC no G1)

Reprodução de site com valores de voo de Brasília
para Petrolina (Foto: Edson Gonçalves Duarte/VC no G1)

Um leitor do G1 interessado em voar de Brasília para Petrolina, em Pernambuco, encontrou duas passagens de adulto e uma de criança pelo valor de R$ 13.017, em um site de viagens. O preço é referente a um passeio com ida em 16 de abril e volta no dia 22 do mesmo mês. O passageiro fez a busca nesta terça-feira (4).

“Isso é a ilustração de um fato, é um descontrole que não tem limite em relação ao preço de passagens aéreas. Eles aproveitam o feriado, e talvez a proximidade da Copa do Mundo, para colocar o valor lá em cima”, afirma o pedagogo e consultor ambiental Edson Gonçalves Duarte.

O objetivo do leitor era comprar as passagens para a quarta-feira da Semana Santa, com volta prevista para a terça-feira seguinte, um dia depois do feriado de Tiradentes. Duarte tem familiares em Juazeiro, na Bahia, cidade vizinha à Petrolina. Ele pretendia viajar com a esposa, um filho de três anos e outro de três meses.

“É uma tradição nordestina passar a Semana Santa com a família, mas agora não sei mais o que fazer. Queria muito passar com a família, mas não tenho outra opção. Ou seja, não vou poder ir para a minha cidade. Está mais barato ir para fora do país. Isso é um absurdo”, diz.

O G1 pesquisou o preço de passagens aéreas, nas mesmas datas e no mesmo site de viagens, de Brasília para Miami, nos Estados unidos, e para Buenos Aires, na Argentina. Nos dois casos, os bilhetes são mais baratos do que para Petrolina.

Para Miami, o preço de passagens para um casal, uma criança de três anos e um bebê de três meses totaliza R$ 9.558, 27% menos do que os bilhetes para a cidade pernambucana. Para Buenos Aires, o valor é de R$ 3.533 – menos de 30% do preço da viagem para Petrolina.

Nota da redação: A Decolar.com informou que não tem autonomia para definir os preços das passagens e que apenas repassa ao consumidor o valor oferecido pela empresa aérea acrescido da taxa da companhia de viagens.

A Azul Linhas Aéreas disse que os preços praticados variam de acordo com fatores como origem, destino, sazonalidade, compra antecipada e variação no valor do combustível. “Esses fatores fazem com que as tarifas sejam bastante dinâmicas em todos os mercados. Vale ressaltar que as melhores tarifas na Azul geralmente são encontradas com antecedência mínima de 21 dias.”

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search