Ministro da Aviação cita 'sufoco' para cobrar obras em aeroportos da Copa

G1
04/02/2014 18h16

Apesar disso, Moreira Franco disse que qualidade do serviço será garantida.
Ele esteve em Campinas e afirmou que ampliação de Viracopos está em dia.

Do G1 Campinas e Região

Moreira Franco, em visita às obras do aeroporto de Viracopos (Foto: Marcello Carvalho / G1)

Moreira Franco, em visita às obras do aeroporto de
Viracopos (Foto: Marcello Carvalho / G1)

Durante visita à estrutura do novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas (SP), nesta terça-feira (4), o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wellington Moreira Franco, citou o “sufoco” do governo para cobrar as empresas em relação às obras de infraestrutura aeroportuária da Copa do Mundo. Apesar disso, ele afirmou que a qualidade do serviço prestado aos passageiros será garantida e comparada “a qualquer lugar do mundo”.

“Se todos fossem iguais a Viracopos, nós na SAC não estaríamos vivendo o sufoco que estamos de ter que percorrer todos esses aeroportos e sobretudo ficar pressionando as empresas para que elas cumpram contrato, prazos e cronogramas”, disse o ministro. No terminal aéreo de Campinas, as obras da nova estrutura de passageiros chegaram a 80% na primeira quinzena de janeiro, e Moreira Franco afirmou que o trabalho está em dia.

Problemas
Segundo o ministro, um dos problemas em relação a obras ocorre em Fortaleza, onde a estrutura do terminal de passageiros terá de ser provisória. Durante a visita a Campinas, Moreira Franco mencionou ainda a necessidade de “correr atrás do prejuízo” no serviços prestados. “O Brasil ficou muito tempo sem investir em aeroportos e a sua estrutura aeroportuária ficou muito debilitada.”, disse. Na avaliação dele, um dos esforços para melhorar o quadro foi o início das concessões para a iniciativa privada.

A cidade de Campinas receberá duas seleções durante a Copa do Mundo, Portugal e Nigéria. Outras ficarão em municípios da região e podem optar pela utilização de Viracopos para o deslocamento às partidas do mundial. Segundo o diretor-presidente da concessionária administradora do terminal aéreo, Luiz Alberto Küster, a equipe de Cristiano Ronaldo desembarcará no município pela nova estrutura de passageiros.

Novo terminal
O novo terminal do aeroporto de Campinas chegou a 80% de conclusão na primeira quinzena de janeiro e 7 mil operários trabalham no canteiro de obras. A data-limite estipulada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para a estrutura estar funcional é 11 de maio de 2014.

Inicialmente, a estrutura poderá comportar até 14 milhões de passageiros e terá 28 pontes de embarque, estacionamento com 4 mil novas vagas para veículo e 35 novas vagas para aeronaves. A iniciativa privada prevê investimento de R$ 2,06 bilhões entre agosto de 2012 e maio de 2014, o que inclui a construção do terminal.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search