Gol cria ‘classe conforto’ em avião

O Estado de S.Paulo
Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Cátia Luz
catia.luz@estadao.com

A Gol vai mudar a configuração de toda a sua frota para criar uma “classe conforto” nas primeiras fileiras da aeronave. Os passageiros poderão pagar um adicional de R$ 30 para voar na nova classe. Para os clientes das categorias mais altas dos programas de fidelidade da Gol, Delta e Air France, o uso do assento será gratuito.

O espaço entre as poltronas aumentará para todos os passageiros dos atuais 76,2 cm para 78,7 cm. Para os que viajarem na seção “Gol + Conforto”, a distância é de 86,3 cm e a poltrona reclinará 50% mais do que atualmente.

A mudança reduzirá em 2,7% a oferta de assentos da Gol – o Boeing 737-800, que hoje tem 189 assentos, passará a ter 177, e o modelo 737-700 perderá 6 de seus 144 lugares. A empresa voou em dezembro com 76% de ocupação nas aeronaves, proporção que deve aumentar com a redução de assentos.

“A receita adicional compensa a perda de assentos e a mudança na aeronave traz conforto maior para todos os passageiros”, disse o presidente da Gol, Paulo Kakinoff.

A iniciativa faz parte da estratégia da Gol de oferecer um serviço mais atraente para o passageiro corporativo, que responde por 60% dos clientes das empresas aéreas brasileiras, é mais fiel e menos sensível a preço.

A Gol alterou a configuração de 10 de seus 140 aviões em novembro do ano passado, quando testou a nova classe de assentos nos voos da ponte aérea Rio-São Paulo. Até maio, a empresa terá 116 aviões adaptados e oferecerá o assento conforto em quase 100% dos voos nacionais da empresa. A opção também estará disponível para os voos internacionais até o fim do ano.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search