American Airlines muda regras de milhagem e de bagagem

O Globo
8/04/14 – 18h45

Voos saindo do Brasil permitem despacho de duas malas gratuitamente
Em viagens dentro dos EUA, passageiro paga de US$ 25 a US$ 200 por volume

O GLOBO

sfdunnamed
American Airlines muda política de milhagem e de bagagem
Foto: Richard W. Rodriguez / AP

FORT WORTH e RIO – A American Airlines (AA) anunciou nesta terça-feira algumas mudanças em seu programa de milhagens, assim como no da US Airways. A gigante americana da aviação também divulgou uma nova política para o despacho de bagagens, como a gratuidade para a segunda mala em voos entre Estados Unidos e América do Sul. Para os brasileiros, porém, nada muda, já que devido a uma exigência da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já era assegurado nos voos entre Brasil e EUA o direito a despachar gratuitamente duas malas.

Se o bilhete do passageiro que embarca no Brasil incluir mais de uma cidade nos EUA, ele continua podendo embarcar duas malas gratuitamente mesmo nos trechos em voará dentro do território americano. Para isso, é preciso que o ticket inclua que a origem ou o destino da viagem é o Brasil. Caso a pessoa adquira uma passagem separadamente, aí ficam valendo as regras para voos da AA ou da US Airways, que preveem, por exemplo, cobrança de US$ 25 para a primeira mala despachada, US$ 35 para a segunda, US$ 150 para a terceira e US$ 200 para os demais volumes em voos nos EUA.

Confira as regras de taxa de bagagem da AA

As mudanças mostram elementos das duas companhias, que se fundiram, assim como respondem à concorrência, segundo Suzanne Rubin, executiva da AA responsável pelo programa de fidelidade. No programa de fidelidade, por exemplo, os membros do Dividend Miles, da US Airways, não terão mais limitação de datas, podendo emitir bilhetes para qualquer dia do ano. No entanto, os bilhetes-prêmios foram dividos em três categorias para voos dentro dos EUA, com custo de 12,5 mil milhas, 20 mil milhas ou 50 mil milhas, dependo da demanda.

Em relação às regras de bagagens, a maioria dos passageiros que voam nos EUA não sentirá as mudanças, uma vez que não houve alteração para a primeira mala despachada. Já quem viaja para po exterior, acrescentou e retirou algumas cobranças. Os passageiros têm direito a despachar duas malas gratuitamente em viagens para a América do Sul e para Pacífico, mas serão cobrados aos despachar a primeira bagagem para algumas cidades mexicanas, por exemplo.

A American também mudou as regras para os passageiros das categorias mais exclusivas de seu programa de fidelidade. Membros AAdvantage Gold e Dividend Miles Platinum e Gold da US Airways vão ter direito a despachar uma mala de graça menor do que a que têm direito atualmente.

— Poderia ter sido pior. O maior teor era de aumento de preços para a emissão de um bilhete — disse ao “Chicago Tribune” Brian Karimzad, diretor do site MileCards.com, acrescentando que o ponto negativo é que o programa ficou mais complexo, cobrando quantias diferentes de milhas de acordo com a demanda por assentos.

Em voos operados pela AA, as mudanças nas bagagens valem para tickets emitidos a partir de hoje. Para os da US Airways, as regras valem para bilhetes com data a partir do dia 23.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search