Aéreas transportaram 8,8 milhões de passageiros durante a Copa

O Globo
16/07/2014 17:41

Ao todo foram operados 77,2 mil voos no período da competição
POR LINO RODRIGUES

2342134unnamed (1)
Saguão lotado no aeroporto Santos Dumont – Eduardo Naddar / Agência O Globo

SÃO PAULO – As quatro companhias aéreas do país (Avianca, Azul, Gol e Tam) transportaram 8,8 milhões de passageiros durante todo o período da Copa do Mundo, quando foram operados 77,2 mil voos. Os números, divulgados nesta quarta-feira pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), mostram que a taxa média de ocupação nos aviões chegou a 80%. A presidente da Tam, Claudia Sender, também divulgou o balanço da operação da empresa durante a competição. Segundo ela, cerca de 3 milhões de passageiros, ou 34% do total, foram transportados em mais de 20 mil voos entre 12 de junho e 13 de julho.

Pelos dados da Tam, que investiu R$ 50 milhões para adequar sua malha aos jogos da competição nas 12 cidades-sede, foram criados 750 voos extras domésticos e cerca de 350 internacionais, além de 250 charters (aeronaves fretadas). Segundo a executiva, as taxas de pontualidade das aeronaves da companhia ficou em 95% (considerando atrasos de até 30 minutos) e de regularidade, em 99%. Os índices, disse ela, refletiram uma melhora de 2,2 e 1,3 pontos percentuais, respectivamente, em relação aos resultados do mesmo período do ano passado.

— Nossa avaliação é positiva em relação a essa operação na Copa. O investimento foi alto, mas o legado de longo prazo será muito bom para o setor aéreo do país — disse Claudia.

Para o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, o sucesso do transporte aéreo durante os jogos da Copa se deve ao processo de planejamento e organização, iniciado 60 dias antes da competição, realizado junto com as empresas, administradoras dos aeroportos e os órgãos responsáveis pela fiscalização do setor.

O bom resultado das operações durante o período dos jogos, segundo Claudia, acabou se refletindo num movimento maior de passageiros, superando as expectativas da empresa para o evento. Antes do início dos jogos, a Tam projetava uma queda 10% na demanda, por conta da redução das viagens corporativas, percentual que caiu para 5%, depois do aumento do número de turistas estrangeiros que vieram ao país para assistir aos jogos do mundial. A previsão era de 600 mil, mas foi registrado a entrada de mais de 1 milhão de estrangeiros.

— Foi uma boa surpresa esse aumento de turista na Copa — afirmou ela, lembrando, no entanto, que a receita nos 30 dias de Copa deverá ser menor no período, já que a tarifa média paga pelos turistas é inferior dos passageiros que viajam a negócio.

A expectativa antes do início do evento era de queda de 15%, mas devido ao número maior de passageiros de fora do país a previsão deverá ser revista para baixo.

Nos voos domésticos, 20 de junho foi o dia de maior número de pessoas transportadas pela Tam, com mais de 143 mil passageiros embarcando e desembarcando nas aeronaves da companhia. São Paulo foi a cidade que registrou o maior volume de passageiros transportados em um único dia: 50 mil pessoas.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search