Latam propõe descontos de 1,6% a 2,9% na remuneração de tripulantes

02/09/2016 às 17h20

Por João José Oliveira | Valor

SÃO PAULO  –  A Latam Airlines apresentou ao Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) uma proposta de acordo que busca evitar a demissão de 55 comandantes e promover o retorno dos tripulantes que aderiram à LNR (Licença Não Remunerada), mas que gostariam de permanecer na ativa, disse a entidade sindical.

A proposta da Latam segue um acordo acertado com os trabalhadores em audiência realizada no último dia 23 de agosto, na 8ª Vara do Trabalho de São Paulo. “Apesar de considerar que haveria outras possibilidades para evitar as demissões, o sindicato, de acordo com a mediação feita pelo Juízo, levará a proposta para deliberação dos tripulantes”, afirma o SNA.

A proposta da Latam prevê descontos lineares na remuneração de todos os tripulantes (comandantes, copilotos e comissários) que poderão variar de acordo com a quantidade de aeronautas que optarem pela desistência da LNR e voltarem à ativa. O desconto pode variar de 1,6% da remuneração (caso não haja nenhum retorno da LNR) a 2,9% (caso 100% dos optantes pela LNR decidam retornar).

O acordo proposto tem a duração de sete meses, até março de 2017, e dá estabilidade ao grupo até o prazo final, exceto demissões por justa causa ou perda de carteira.

Assembleias para deliberar sobre a proposta da empresa serão realizadas na próxima segunda-feira, dia 5 de setembro, em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília, a partir das 10h.

Uma nova audiência na 8ª Vara do Trabalho de São Paulo está marcada para o dia 8 de setembro.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search