EUA estudam vetar eletrônicos na cabine do avião em voos para Europa

Aviões da Virgin Atlantic e da Delta Airlines no terminal 3 do aeroporto de Heathrow, em Londres

Aviões da Virgin Atlantic e da Delta Airlines no terminal 3 do aeroporto de Heathrow, em Londres

DO “FINANCIAL TIMES”

Os EUA estudam ampliar veto a eletrônicos, como computadores e tablets, dentro da cabine de aviões entre o país e a Europa. A medida, já aplicada em voos que têm o Oriente Médio como destino ou origem, deve afetar viajantes de um dos corredores mais movimentados do mundo.

Segundo o porta-voz do Departamento de Segurança Interna, David Lapan, as autoridades “continuam a avaliar o ambiente de ameaça e fará as mudanças quando necessário para manter a segurança dos passageiros”.

Apesar de nenhuma decisão ter sido tomada, dirigentes de companhias aéreas dos EUA dizem ter sido chamados a uma reunião com o governo sobre o possível veto.

A União Europeia pediu à Casa Branca que dê explicações e esclarecimentos sobre a medida com urgência. As restrições impedem a presença de quaisquer equipamentos com baterias de lítio nas bagagens de mão.

As autoridades americanas argumentam que os mecanismos podem ser usados para esconder bombas, com base em uma ameaça da Al Qaeda na Península Arábica, filial da rede terrorista no Iêmen.

A medida, anunciada em março, pegou de surpresa companhias aéreas como a Emirates, que cancelou diversos voos aos EUA devido à redução brusca da demanda.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search