Após autorização da Anac, Aeroporto de Jaguaruna tem voo inaugural

G1
04/04/2014 18h54

Aeronaves da Aeronáutica e do governo do estado foram as primeiras.
Aeroporto também recebeu licença para receber aviões de até 190 lugares.

Do G1 SC

sdffdunnamed
Avião com o governador pousou pela manhã
(Foto: Gabriel Felipe/RBS TV)

O Aeroporto Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, teve o voo inaugural na manhã desta sexta-feira (4). A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou o funcionamento na quarta (2). Aeronaves da Aeronáutica e do governo do estado foram as primeiras a pousar no local.

A homologação do funcionamento do Aeroporto de Jaguaruna foi publicada na quarta (2) no Diário Oficial da União. Após o pouso da primeira aeronave, foi entregue a autorização emitida pelo Instituto de Cartografia da Aeronáutica (ICA). Com ela, o local tem licença para pouso e decolagem de aeronaves com capacidade de até 190 passageiros, podendo ter voos comerciais regulares, segundo o governo do estado.

No local, o governador afirmou que “o aeroporto dá uma força na infraestrutura, uma autonomia no desenvolvimento. Ele fortalece muito essa região”. Apesar da homologação para o uso, o aeroporto ainda precisa de reparos. Na estrutura, faltam apenas alguns detalhes como mobília e repintura das faixas, que deve ser feita em breve.

Para operar voos comerciais, faltam as empresas de aviação. A admistradora do aeroporto já iniciou as negociações. A instalação das operadoras ainda não tem prazo definido. O gerente de Operações do aeroporto, Fernando de Castro, afirmou que “a gente não tem nenhuma data, até porque é uma situação bem delicada, é uma negociação delicada entre duas empresas da iniciativa privada. Mas é óbvio que a gente quer o quanto antes”. Ele informou que entrou com contato com quatro companhias e duas deles demonstraram interesse.

Características
Cerca de 900 mil pessoas de 48 municípios do Sul de Santa Catarina devem ser atendidas. O local possui área de 311 hectares, o equivalente a 377 campos de futebol, e possui a maior pista do estado, com 2,5 mil metros de comprimento por 30 de largura. O aeroporto foi projetado para receber aeronaves de grande porte, como o Boeing 767 e o Airbus A320. Os investimentos para construção foram de R$ 60 milhões.

A princípio, segundo a Secretaria, poderão operar aeronaves como ATR-72 (até 68 passageiros), Fokker 100 (até 107 passageiros), entre outras. Também poderão passar pelo aeroporto as aeronaves da família do Boeing 737 para baixo e do Airbus A319, aeronaves que têm capacidade para até 190 passageiros.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search