Governador e prefeito do Recife se reúnem com presidente da TAM para falar sobre hub no Nordeste

Diário de Pernambuco
04/05/2015 18:31

Terminal da capital pernambucana recebeu quase 7,2 milhões de passageiros em 2014.

Terminal da capital pernambucana recebeu quase 7,2 milhões de passageiros em 2014.

Foi só o Grupo Latam Airlines, formado pela brasileira Tam e a chilena Lan, divulgar que está fazendo um estudo para implantar o primeiro centro de conexões de voos domésticos e internacionais (hub) no Nordeste para o governo de Pernambuco correr atrás da direção da empresa e mostrar as credenciais do estado. Nesta segunda-feira (4), o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, se reuniram com a presidente executiva da TAM Linhas Aéreas, Cláudia Sender. Além do Recife, as cidades de Fortaleza e Natal estão no páreo. O novo hub vai demandar investimentos de US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 4 bilhões). A escolha deve ser feita até o fim do ano, para que a companhia inicie a operação em dezembro de 2016.

De acordo com a Cláudia Sender, além de gerar demanda para o Nordeste, o objetivo do hub é ampliar a atuação das empresas do grupo em voos entre América do Sul e Europa. Vão pesar na escolha a localização geográfica, a infraestrutura dos aeroportos e o potencial de crescimento e desenvolvimento dos terminais. O grupo também vai esperar proposta de redução do ICMS sobre o combustível (querosene de aviação). Em nota, o prefeito Geraldo Julio confirmou a possível concessão de benefícios fiscais sobre o combustível. “Nós saímos animados e com uma agenda para ser cumprida conjuntamente, do grupo privado, governo e Prefeitura do Recife”, afirmou o prefeito.

No ano passado, o Aeroporto do Recife recebeu quase 7,2 milhões de passageiros em 2014, entre domésticos e internacionais. No mês passado, o terminal foi escolhido o melhor do país, tendo recebido o título de Aeroporto + Brasil, principal categoria da premiação promovida pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). A escolha foi feita pelos próprios passageiros de voos domésticos e internacionais nos 15 aeroportos de maior movimentação do Brasil. Ao todo, foram ouvidas 64.539 pessoas. “Acredito que o Recife ficou muito bem posicionado. Nós pudemos mostrar a pujança econômica do Estado hoje, a industrialização do Estado, a demanda de cargas, o crescimento do turismo”, disse Geraldo Julio.

Na semana passada, ao divulgar a intenção de instalar o hub, Cláudia Sender ressaltou que a Latam pretende “colocar o Nordeste no mapa dos voos internacionais”. Nesta quarta, após sair do encontro com os representantes do governo do estado e da Prefeitura do Recife, a presidente executiva da TAM afirmou que “a impressão que fica é que existe uma grande abertura e a possibilidade de uma parceria muito firme”. Além do governador e do prefeito, participaram do encontro os secretários estaduais Thiago Norões (Desenvolvimento Econômico), Márcio Stefanni (Fazenda) e Felipe Carreras (Turismo, Esportes e Lazer), além dos secretários municipais Camilo Simões (Turismo e Lazer) e Roseana Amorim (Desenvolvimento Econômico e Empreendedorismo).

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search