TAM adere a programa para reduzir número de processos judiciais

Jornal de Turismo
21 Maio 2015 14:15

24334234234unnamed

A TAM Linhas Aéreas é a primeira empresa do Brasil a ingressar no programa “Empresas Amiga da Justiça”, iniciativa inédita do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). A partir da assinatura do compromisso, nesta quarta-feira (20), no Palácio da Justiça, em São Paulo, a empresa vai ampliar ações para facilitar acordos com os clientes, o que impactará no número de ingressos de processos no TJ.

A proposta é reduzir em 10% o número de processos nos próximos 12 meses. Para que isso ocorra, em até 90 dias, a TAM tornará disponível totens de atendimento nos Juizados Especiais Cíveis (JEC), localizados nos principais aeroportos do Estado de São Paulo, além de implantar no site e no aplicativo da companhia um canal que receberá demandas jurídicas. A empresa ainda deixará advogados plantonistas disponíveis nos aeroportos em períodos de alto fluxo de passageiros, como a temporada de fim de ano e as Olimpíadas de 2016.

“A iniciativa será benéfica aos clientes, bem como para a própria empresa e o TJSP. Com o passageiro, a companhia terá uma conversa franca, ágil e conciliadora, a partir da qual pretende aperfeiçoar os processos e corrigir eventuais pontos que gerem descontentamento”, afirma a diretora Jurídica da TAM, Aline Messias. “O projeto ainda vai contribuir para o TJSP reduzir o número de processos, aumentando a agilidade do órgão”, complementa.

“Há a necessidade de repensar a cultura corporativa e o aprofundamento do diálogo com toda a sociedade. O setor produtivo já incorporou novos valores, como a responsabilidade ambiental e a proteção das crianças. Por que não instituir como novo valor corporativo a responsabilidade judicial, baseado na opção por não recorrer ao Judiciário? Que tal considerar o grau de responsabilidade judicial de uma empresa no cálculo de seu valor, inclusive no mercado de capitais?”, afirma o presidente do TJSP, desembargador José Renato Nalini.

Assim como a TAM, as empresas que aderirem ao programa do TJSP receberão a certificação “Parceira do Programa Empresa Amiga da Justiça”, um selo estilizado que poderá ser usado em campanhas publicitárias, informes aos acionistas e publicações das empresas. A lista das participantes também estará disponível para consulta no site do TJSP. No fim de cada ano será entregue, durante uma cerimônia pública, o Prêmio Empresa Amiga da Justiça para a companhia com melhor desempenho em cada setor de atividade.

Recommended Posts

Start typing and press Enter to search